Foram cinco dias de campeonato, o velejador Andrey Godoy, conquistou o primeiro lugar no pódio sede do Campeonato Centro-Oeste “João Ramos” da Classe Laser Standard, realizado em Brasília entre os dias 15 a 19 de julho de 2021.

Essa é mais uma conquista para o iguaçuense que desde que iniciou no mundo da vela vem acumulando títulos.

Velejador do iguaçuense é campeão no Centro Oeste de Laser Standard
Velejador Andrey Godoy. Foto: divulgação.

Após um ano e meio sem participar de campeonatos devido a pandemia e uma lesão no pulso mesmo diante dessas dificuldades superou seus limites, Andrey disputou o título com velejadores do DF e de mais quatro estados (Pará, Paraíba e Espírito Santo).

Segundo o atleta, no Lago Paranoá em Brasília, as regatas foram muito difíceis. “condições de ventos rondado, exigiram muito esforço as regatas foram muito disputadas e com excelente nível técnico de todos os participantes”.

O Comodoro do ICLI, Evandro Ferreira, juntamente com toda a diretoria parabeniza o velejador do clube pela conquista inédita. E não para por aí, pois o atleta visa o Campeonato Sul Americano que em 2021 será sediado no Rio de Janeiro no mês de agosto.

Andrey de Oliveira Godoy, é velejador desde 2009 quando ingressou no Projeto Velejar é Preciso, iniciando seu treinamento no mundo da Vela.

Projeto Velejar é Preciso – Desde 2001, o Iate Clube Lago de Itaipu (ICLI) desenvolve o projeto social Velejar é Preciso. Devido à relevância deste projeto, o clube é reconhecido como entidade de utilidade pública municipal.

O projeto é para jovens de 7 a 18 anos, de ambos os sexos, todos moradores do bairro de Três Lagoas e estudantes da rede pública de ensino. Em dezembro de 2012, o projeto ganhou reforço com o apoio da Itaipu Binacional, através de convênio por meio do Programa de proteção à Criança e ao Adolescente (PPCA).

Em junho de 2018 este convênio foi renovado por mais cinco anos com a Itaipu Binacional. O clube já sediou vários campeonatos regionais, estaduais e até mesmo eventos nacionais e internacionais. O projeto também revelou alguns atletas que representam a cidade no mundo a fora.

Diálogos 100fronteiras

Deixe a sua opinião