Hoje o dia começou diferente, e não falo de um diferente bom. Pela manhã, havia vários boatos e murmúrios de que um casal de onças havia atacado e matado todos os flamingos do Parque das Aves.

Infelizmente os boatos são verdade, apesar de ainda não haver muitos detalhes e informações mais oficiais. Entramos em contato com o Parque das Aves, mas ainda estão investigando o que de fato aconteceu. O que sabemos a princípio é que dos 176, 172 flamingos morreram e 4 sobreviveram.

De acordo com informações do Meio dia Paraná, foi uma onça mãe e o filhote quem fizeram a “festa” nessa madrugada. O Parque das Aves não abriu hoje (09 de novembro de 2021) e poderá voltar a receber visitantes só a partir de sexta (12).

É uma notícia que não é o perfil da 100fronteiras publicar, mas de tamanha importância para a nossa cidade. Lamentamos pelas vidas dos flamingos, mas também temos a consciência de que a natureza funciona de tal maneira.

Nosso mascote Mingo, e todos da equipe do Grupo 100fronteiras deseja força para o Parque das Aves neste momento.

Nota oficial do Parque das Aves

Hoje é um dia muito difícil para a família Parque das Aves, em Foz do Iguaçu. É com enorme pesar que anunciamos a perda de 172 flamingos que viviam conosco. Na madrugada dessa terça-feira, 9/11, duas onças do Parque Nacional do Iguaçu, Indira e seu filhote, Aritana, que está aprendendo a caçar, adentraram o recinto dos flamingos. Nem todos os animais vieram a óbito pela encontro direto com as onças. Alguns flamingos vieram a óbito pelo estresse da situação (fenômeno chamado de miopatia de captura). Apenas 4 flamingos estão vivos.O Parque decretou luto de três dias e tem previsão de reabertura ao público na sexta-feira (12). Neste momento, estamos acolhendo os nossos colaboradores que criaram essa colônia de flamingos desde 1995, quando chegaram aqui os 16 primeiros indivíduos resgatados. No Parque das Aves, esses animais encontraram uma segunda chance de vida, recebendo todos os cuidados e atenção da nossa equipe técnica, posteriormente se reproduzindo e gerando a colônia. Essa cicatriz ficará para sempre na história do Parque, porém estamos confiantes de que recomeçaremos a colônia de flamingos e uma nova história. Pedimos a todos que, em respeito ao nosso trabalho, não divulguem informações, imagens, sobre esse acontecimento, que não venham de nossos canais oficiais.

Democracia Inabalada.

Comentários

Deixe a sua opinião