O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 5,5 milhões de associados em todo o país, encerrou a sua participação no Show Rural Coopavel com mais de R$ 220 milhões em volume de negócios.

O número registrado pela instituição financeira cooperativa durante a feira é 17% superior ao verificado na edição de 2020 do evento.

No entanto, a disponibilização para os associados ainda depende da liberação de recursos subsidiados do governo federal, seja para o ciclo vigente do Plano Safra 2021/2022 ou para o novo ciclo, o Plano Safra 2022/2023.

O gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Gilson Farias, destaca que os resultados positivos na feira reforçam a importância de um dos diferenciais do cooperativismo de crédito e do Sicredi: o relacionamento próximo com o associado.

“A nossa atuação é de parceria com o produtor rural, por isso conseguimos atender ao perfil e à necessidade de cada um da melhor maneira possível. Esse atendimento eficiente garante benefícios diretos tanto para o associado quanto para a cooperativa, e também para a comunidade com o fomento ao desenvolvimento regional”, ressalta.

Sicredi no Show Rural
Com raízes no campo, o Sicredi tem uma longa parceria com o agronegócio. Foto: Leandro Carvalho

Foco na sustentabilidade no campo: energia solar foi destaque

Um dos focos do Sicredi durante o Show Rural 2022 foi o financiamento e crédito para aquisição de painéis solares, procurando apoiar o produtor rural em relação a alternativas para a energia elétrica no campo.

Durante a feira, a instituição financeira cooperativa registrou mais de 200 propostas de financiamento para projetos de energia fotovoltaica, gerando um volume de negócios de R$ 42,1 milhões.

Nos últimos anos, o Sicredi tem aumentado a oferta de produtos e serviços da economia verde. A carteira de crédito do Sicredi para financiamento de energia solar no Brasil totalizou R$ 4,5 bilhões ao final de 2021, com aumento de 93% em relação ao mesmo período de 2020. Somente nas regionais Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, o total liberado ultrapassou R$ 1,1 bilhão, em mais de 27 mil operações no ano passado.

No último dia do Show Rural (11), em cerimônia simbólica junto ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e ao Governo do Estado foram entregues a produtores rurais associados do Sicredi recursos para aquisição de painéis solares e maquinários por meio do convênio firmado entre Sicredi, BRDE e Banco do Agricultor, uma iniciativa do governo do Paraná. 

No total, oito produtores estiveram presentes na cerimônia juntamente com dirigentes do Sicredi e demais representantes de órgãos públicos.

Segunda maior instituição na concessão de crédito rural

Com raízes no campo, o Sicredi tem uma longa parceria com o agronegócio.  A instituição se destacou no ranking da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) como a 2.ª maior instituição financeira na concessão de crédito destinado ao agronegócio.

“Grande parte dos nossos associados é ligada ao agronegócio, em especial à agricultura familiar. E conectado com a nossa própria história e aos propósitos do cooperativismo de crédito, o Sicredi atua diretamente no fomento ao produtor rural com o compromisso de oferecer consultoria e crédito responsável adequado às necessidades dos produtores associados”, finaliza Farias.

Sicredi no Show Rural
Durante a feira foi realizada cerimônia simbólica para entrega de recursos a produtores rurais associados por meio do convênio firmado entre Sicredi, BRDE e Banco do Agricultor. Foto: Leandro Carvalho

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 5,5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 25 estados* e no Distrito Federal, com mais de 2.200 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).

*Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Comentários

Deixe a sua opinião