O Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR), recebeu na tarde da última quarta-feira (20), a visita dos alunos do 1º e 2º ano do Curso de Ciência da Computação da Unioeste.

A iniciativa partiu em conjunto de ambas as instituições com o intuito de conectar as soluções desenvolvidas pelos Centros de execução de projetos com a universidade.  

Na oportunidade, os estudantes foram recebidos pela assessora do diretor técnico do PTI-BR, Tatiani Marcanzoni, e em seguida conheceram o Centro de Desenvolvimento Tecnológico (CDT) e os projetos desenvolvidos no local pelos Centros de Estruturas de Barragens, Energias Renováveis, Automação e Simulação e Segurança Cibernética.  

O grupo também teve a oportunidade de vivenciar as ações e iniciativas realizadas pelo Centros de Ciência e Educação, por meio do LabMaker, o Centro de Tecnologias Aberta e IoT e Inteligência Territorial. 

A atividade contou com o acompanhamento do professor da Unioeste, Antonio Marcos Hachisuca, o “Shiro”, que destacou a importância da visita.

“O objetivo foi dar a oportunidade aos alunos conhecerem os projetos e laboratórios do PTI e as oportunidades de atuarem na área de computação. Assim como despertar o interesse em uma área que eles não sabiam que existia no Parque Tecnológico”, afirmou. 

Para o aluno Lucas Tomio Darim, a visita pelos laboratórios do PTI foi muito importante porque possibilitou aos alunos descobrirem várias áreas de atuação do Parque.

“Tivemos a oportunidade de entender melhor quais áreas mais gostamos e abriu um canal de comunicação para trabalharmos como voluntários, bolsistas ou estagiários nesses laboratórios”, ressaltou. 

Sobre o que mais o impressionou durante a visita, Lucas comentou sobre a diversidade das áreas de atuação da instituição, que abrange uma grande gama de campos de ensino. “Além disso, muitos desses laboratórios são multidisciplinares tendo pessoas de visões diferentes se unindo para resolverem problemas em comum”, disse.  

Talentos em TIC 

A visita técnica faz parte de uma série de iniciativas do Parque Tecnológico  para  aproximar  a instituição das comunidades acadêmicas, possibilitando o encontro entre o estudante e o universo profissional da área de tecnologia.  

Comentários

Deixe a sua opinião