O Programa de Gestão de Resíduos da Itaipu recebeu o Prêmio Lixo Zero 2021, concedido pelo Instituto Lixo Zero em reconhecimento a iniciativas que colaboram com a cadeia do lixo zero e a economia circular, criativa e colaborativa.

A cerimônia de entrega ocorreu na última sexta-feira (17), no Centro de Cultura dos Povos, em Manaus (AM).

Itaipu foi a escolhida na categoria “Reciclagem e sistemas de Reciclagem” pelo apoio técnico em ações de gestão de resíduos e saneamento em sua área de atuação.

Na solenidade em Manaus, a binacional foi representada pela gestora do Programa de Gestão de Resíduos da Itaipu, Leilane Soares Pereira de Sousa, da Divisão de Ação Ambiental (MAPA.CD). Os catadores do Oeste do Paraná foram representados por Lovane Kirchein, da Associação Quatropontense de Catadores.

“Gostaríamos de agradecer a todos os parceiros da Itaipu no Oeste do Paraná, às diretorias da binacional e do Parque Tecnológico Itaipu e, principalmente, àqueles que fazem a engrenagem rodar todos os dias, que são os catadores de materiais recicláveis”, disse Leilane.

“Só temos esse sucesso porque trabalhamos juntos por meio desta parceria com a gestão pública, a sociedade, os catadores, as universidades, os institutos, as ONGs. Todos unidos fazemos mais”.

A cerimônia foi gravada e pode ser conferida no Youtube, por meio do link https://www.youtube.com/watch?v=iY07Xp0ONko

lixo-zero-2021-prgrama-itaipu
Foto: Divulgação.

Gestão de resíduos e saneamento

Itaipu atua desde 2000 em parceria com prefeituras, organizações regionais e associações, tendo hoje como fundamento prioritário a formação humana.

Hoje, os 55 municípios no território da Itaipu recebem centenas de quilos de resíduos recicláveis de várias categorias, como papéis, plásticos, metais e vidros. Eles são processados em Unidades de Valorização de Recicláveis (UVRs), instaladas em parceria com os municípios.

Atualmente, são mais de mil catadores organizados em associações e cooperativas. Os profissionais passam por cursos de formação em gestão de resíduos sólidos, educação ambiental, entre outros.

Outros eixos do programa são os investimentos em infraestrutura, funcionamento das UVRs, rede de comercialização e monitoramento com indicadores de coleta seletiva, contemplando toda a cadeia produtiva. Uma das ferramentas utilizadas para mensurar os resultados do programa é o “reciclômetro”, pelo qual é possível fazer a gestão de informações com dados dos municípios parceiros.

As iniciativas da Itaipu estão relacionadas ao eixo água e energia, em torno dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

O Programa de Gestão de Resíduos Sólidos está alinhado, mais especificamente, aos ODS 1 (erradicação da pobreza), 4 (educação de qualidade), 11 (cidades e comunidades sustentáveis) e 17 (parcerias e meios de implementação).

O prêmio

Idealizado pelo Instituto Lixo Zero Brasil – uma organização da sociedade civil autônoma, sem fins lucrativos – e patrocinado pela empresa Santa Luzia, o Prêmio Lixo Zero 2021 tem por objetivo promover e disseminar os melhores projetos brasileiros que representam o empoderamento das atitudes sustentáveis em prol do planeta. A primeira edição ocorreu em 2018.

Comentários

Deixe a sua opinião