Está em aprovação um projeto de Lei no qual denomina a conhecida Perimetral Leste em Foz do Iguaçu como Perimetral Sérgio Lobato Machado – trecho rodoviário que liga a rodovia BR-277 à Ponte da Integração sobre o rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai em Foz do Iguaçu.

De acordo com o portal “Não Viu?” o projeto é de autoria do Deputado Vermelho, você pode conferir clicando aqui. Em abril de 2021, a Câmara Municipal de Foz do Iguaçu enviou uma indicação ao Presidente da República e ao Governador do Paraná para a mudança do nome da Perimetral, veja aqui.

Ponte da Integração
Foto: DER Paraná

Você sabe quem foi Sergio Lobato Machado?

Quem vive há muitos anos em Foz do Iguaçu com certeza já ouviu falar muito do Lobato, não só pelos empreendimentos que ele tem na cidade, mas principalmente por sua luta para abrir novos caminhos.  

Lobato chegou em Foz ainda garoto, na década de 50, quando o pai foi pioneiro em cartórios na cidade. Mais tarde, na década de 70, seu pai vendeu o negócio e voltou para Curitiba, cidade natal da família. Lobato ficou.

Deu seguimento ao trabalho imobiliário, administrou postos de gasolina e ainda foi sócio–fundador de importantes hotéis. Mas a marca que Lobato deixou em Foz do Iguaçu é muito maior que isso e tem a ver com anos de dedicação a uma cidade que ele escolheu para chamar de sua. 

Foz estava crescendo, e o fluxo de caminhões que cruzavam a fronteira era cada vez maior. Com isso a necessidade de uma segunda ponte entre Brasil e Paraguai era cada vez mais gritante.

Visionário e sabendo da importância desse caminho, Lobato encontrou-se com o cônsul do Paraguai em 1993, Dr. Aparício Fretes Farias, e juntos formaram uma comissão, da qual ele foi eleito presidente pelo Comitê de Fronteira, para a construção da ponte e da Perimetral Leste, com a intenção de desviar o movimento de veículos pesados de carga do centro de Foz.  

Novamente ele viajou a Brasília para negociar a viabilidade, assim como também manteve contato com o presidente do Paraguai por meio do cônsul. Mas a construção dessa obra demorou mais. Foram anos e anos de viagens e negociações, e o que parecia que nunca sairia do papel ganhou vida em 2019.

Além desse importante papel frente à cidade, Lobato também foi secretário de Turismo por três vezes e vereador por dois mandatos, uma vida toda trabalhando em favor da cidade e da família.

Sergio Lobato na Ponte da Amizade em Foz do Iguaçu.
Foto: Lilian Grellmann/100fronteiras.

Sergio Lobato faleceu no dia 25 de março de 2021 devido a uma insuficiência respiratória. Infelizmente não consegiu ver em vida as obras da Segunda Ponte, tão sonhada por ele, serem concluídas.



Comentários

Deixe a sua opinião