Iniciou nesta quarta-feira (16) a campanha Papai Noel dos Correios 2022, uma das maiores ações natalinas do Brasil. Milhares de cartinhas já estão disponíveis para adoção nas agências participantes e no Blog Noel.

No Paraná, mais de 10 mil cartas escritas por alunos matriculados até o 5º ano em escolas públicas e por crianças em situação de vulnerabilidade social, com até 10 anos de idade, aguardam por padrinhos e madrinhas. Os pedidos dos pequeninos são os mais variados: bolas, bonecas, calçados e materiais escolares.

Os Correios empenham a dedicação de seus empregados e sua capacidade logística para entregar os presentes e atender às expectativas de milhares de crianças em todo o País. Em 2021, mais de 150 mil cartas foram adotadas no Brasil. 

Em Foz do Iguaçu, são três unidades participantes, na Avenida Brasil, Avenida Mario Filho e na Rua Marechal Deodoro, veja abaixo as datas para as ações:

Como enviar uma carta – Para incentivar a criatividade e a redação, as cartinhas devem ser manuscritas. O envio destas cartas poderá ser de duas formas: nas agências dos Correios e pelo blog da campanha. Para cartas enviadas digitalmente, é necessário fotografar ou digitalizar. 

É importante enviar uma imagem nítida para que a mensagem possa ser lida e compreendida pelo Papai Noel. As cartas que atenderem aos critérios estabelecidos pela ação são disponibilizadas para adoção no blog. Não são selecionadas cartas que contenham endereço, telefone ou foto da criança. Todos os critérios podem ser consultados no Blog Noel. 

Como adotar – Para adotar, é simples e fácil. Basta se dirigir a uma unidade participante ou acessar o blog da campanha. Na página, é preciso clicar em “Adoção On-line” e seguir os passos. Será necessário escolher a localidade para visualizar as cartinhas disponíveis. Os prazos variam de acordo com o Estado e o município.

Entrega dos presentes – A entrega de presentes deverá ser feita presencialmente, no ponto de entrega mais próximo da localidade indicada no Blog. Os presentes precisam estar identificados com as informações da cartinha.  

Toda a sociedade pode participar dessa imensa corrente de solidariedade, que há 33 anos une empresa, empregados, voluntários, padrinhos e madrinhas para atender, dentro do possível, aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.   

Comentários

Deixe a sua opinião