As obras de duplicação da BR-277 na região de Cascavel, financiadas pela Itaipu Binacional com apoio do governo federal, vão facilitar o fluxo de veículos no trecho da rodovia que dá acesso ao Show Rural da Coopavel.

A obra, com um custo estimado em R$ 72 milhões (incluindo desapropriações), teve início em julho de 2021 e deverá estar concluída até o final deste ano.

Ao todo, são 5,8 km de duplicação, 1,5 km de marginais e dois viadutos, no trecho localizado entre o posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o terminal da Ferroeste. Os viadutos vão permitir a conexão da BR-277 com a PR-180, que dá acesso à usina de Salto Caxias. Ao todo, mais de cinco mil veículos transitam pela BR-277 diariamente nessa região.

Além disso, a Itaipu também está investindo na duplicação integral do Contorno Oeste de Cascavel, permitindo a conexão entre a BR-277 e a BR-163 (que liga Toledo ao Sudoeste do Estado). A duplicação tem 14,28 km de extensão.

As obras também incluem a construção de outros 4,7 km para dar acesso à Av. Brasil, no bairro Santo Inácio. O investimento nessa segunda obra é de mais de R$ 100 milhões.

Ambas as obras foram licitadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e sub-rogadas ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) para execução do projeto, incluindo supervisão e desapropriações. 

A equipe da Itaipu Binacional aproveitou a agenda de compromissos no Show Rural Coopavel, nesta quinta-feira (10), para ver de perto o andamento das obras.

Para o diretor de Coordenação da Itaipu, general Luiz Felipe Carbonell, o investimento da Itaipu é reflexo da missão da empresa, que inclui o desenvolvimento sustentável da área de influência da usina, e irá gerar benefícios não apenas para os organizadores e visitantes do Show Rural, mas para toda a economia da região.  

Comentários

Deixe a sua opinião