Hoje é um dia muito especial para o Grupo 100fronteiras. Recebemos a notícia de que somos uma das mídias brasileiras escolhidas para participar do Programa Acelerando a Transformação Digital, do International Center for Journalists (ICFJ), com o apoio do Meta Journalism Project (Facebook).

Tudo começou ainda em 2021, quando a Associação Nacional de Editora de Revistas (Aner) apresentou para o 100fronteiras o programa, que tem o objetivo de oferecer treinamento, mentoria e recursos para ajudar jornais e revistas de todo Brasil, impressos ou digitais, a construir modelos de negócios inovadores e desenvolver habilidades de gestão.

Para isso, o International Center for Journalists (ICFJ), com o apoio do Meta Journalism Project (Meta), fez uma parceria com a Associação Nacional de Jornais (ANJ) e com a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner), que juntas representam mais de 130 organizações de mídia no Brasil.

A participação do Grupo 100fronteiras

O Grupo 100fronteiras desde o início participou das mentorias do programa, que começaram em novembro. Foram seis treinamentos com especialistas de todo o mundo sobre tópicos relacionados ao ecossistema de jornais e revistas.

Todas as quintas-feiras desde então foram dedicadas às sessões. Elas eram virtuais e em inglês, com tradução simultânea em português. Essas mentorias foram cruciais na preparação da equipe para o desenvolvimento do produto final. 

Durante os encontros os participantes puderam tirar dúvidas com os especialistas Guilherme Ravache, coordenador do programa; Johanna Carrillo, vice-presidente de Programas do International Center for Journalists (ICFJ); Maíra Carvalho, líder de parcerias da Meta, Sabrina Passos Cimenti, gerente de Parcerias Estratégicas do Meta e Bruna Borjaille, consultora de programa no ICFJ, sobre como inscrever o projeto de transformação digital no programa realizado pelas instituições em parceria com a Aner e a ANJ.

“A participação em programas assim empodera as pessoas. Elas se tornam mais estimuladas a seguir adiante e a desbravar novos horizontes”, disse a diretora-executiva da Aner, Regina Bucco.

“A adesão comprova o interesse muito grande que a indústria jornalística brasileira tem de se modernizar, e de se transformar. Contamos com o bom andamento do projeto para que a gente possa melhorar a nossa missão de informar à população brasileira”, afirmou o diretor-executivo da ANJ, Ricardo Pedreira.

Com base nas mentorias e no perfil de cada organização, o objetivo central era desenvolver um projeto voltado à transformação no digital. Os veículos de comunicação que participaram precisavam inscrever um projeto detalhado de algum produto ou melhoria interna da organização e os mais aptos seriam selecionados para receber um apoio financeiro de até US$15.000 para o desenvolvimento do produto. 

E para a nossa alegria hoje recebemos a notícia de que o nosso projeto foi aceito, juntamente com outros projetos do Brasil.

Programa Acelerando a Transformação Digital Facebook

“Estamos vivendo um sonho, um sonho coletivo, são 16 anos de trabalho dedicados ao jornalismo local, a Tríplice Fronteira, e estamos sendo reconhecidos por isso. Essa parceria com o ICFJ, a Meta, ANER e ANJ será um divisor de água para nós.”

denys grellmann, publisher do grupo 100fronteiras

Estamos vibrando e com muitas expectativas para o que vem a seguir e temos certeza que traremos muitas novidades para toda a comunidade da Tríplice Fronteira, pois nosso objetivo sempre foi trabalhar pela integração trinacional. Então mais do que uma conquista própria, podemos dizer que esta é uma conquista para toda a fronteira.

Momento em que a equipe soube da notícia via email.

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras e recentemente conquistou pela 100fronteiras o primeiro lugar no 1º Prêmio Faciap de Jornalismo.

Comentários

Deixe a sua opinião