A noite da última terça-feira (20) marcou o lançamento do livro Breve História da Tríplice Fronteira, uma obra escrita pelo Dr. Micael Alvino da Silva, resultado de dez anos de pesquisa.

O livro é o primeiro projeto do Instituto 100fronteiras e está alinhado ao propósito da Instituição, que fomenta a cultura local e mantém preservada a história da região trinacional. O livro explica a formação da fronteira Argentina–Brasil–Paraguai, a partir de dois processos-chave:  a construção da então maior usina hidrelétrica do mundo (Itaipu Binacional) e a criação da cidade mais importante do Paraguai, depois da capital Asunción (Ciudad del Este).

O evento foi realizado no Bourbon Cataratas do Iguaçu Thermas Eco Resort e contou com uma breve explicação do autor sobre o livro Breve História da Tríplice Fronteira, além de uma sessão de autógrafos. Estiveram presentes várias autoridades locais, entre eles, o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Almirante Risden.

“Somos um país que precisamos valorizar as memórias, e o livro é uma memória. O escritor navega entre a Itaipu Binacional, Brasil e Paraguai, isso vai ser uma possibilidade para que, no futuro, nossas crianças tenham uma fonte de pesquisa de uma realidade dentro da época.”

diz almirante risden.
Almirante Risden e demais autoridades da Itaipu
Almirante Risden ao lado de Almirante Paulo Roberto Xavier e Almirante Luiz Carlos Vieira.

O projeto conta com o apoio cultural da Itaipu Binacional, que sempre apoia projetos ligados ao desenvolvimento cultural da região. O Visit Iguassu, o Bourbon Cataratas do Iguaçu Thermas Eco Resort e o Parque das Aves também apoiam o Instituto 100fronteiras.

Na cerimônia de lançamento, estiveram com a palavra Denys Grellmann, presidente do Instituto 100fronteiras, Anabel Gruber, gerente-geral do Bourbon Cataratas, Felipe Gonzalez, presidente do Visit Iguassu, Gleisson Pereira, reitor da Unila, Paulo Roberto, diretor-administrativo da Itaipu Binacional e por fim, Micael Alvino da Silva, autor da obra.

“Para o nosso primeiro projeto teria que ser algo, que se realizado, tivesse o poder de transformar e fazer a nossa comunidade evoluir, e com isso fomos tocados pela seletividade, e o autor Micael nos apresentou sua grande, mas breve obra. E isso fez todo o sentido para o Instituto, lançar o primeiro livro escrito sobre a Tríplice Fronteira na ótica de três países com um autor local e em 3 idiomas.”

diz o presidente do instituto 100fronteiras, denys grellmann.
Denys Grellmann - Presidente do Instituto 100fronteiras

“O Bourbon Cataratas tem muito orgulho de apoiar projetos culturais como esse. Nos chamou muito atenção falar sobre a Tríplice Fronteira, já que temos empreendimentos na Argentina, Brasil e Paraguai, então nos identificamos muito. Em nome de toda a Rede Bourbon desejamos parabéns ao Dr. Micael Alvino e ao Instituto 100fronteiras.”

anabel gruber, gerente-geral do bourbon cataratas.
Anabel Gruber - gerente-geral do Bourbon

“A universidade tem tudo a ver com o DNA do Instituto 100fronteiras, temos a integração como mote, então a UNILA e o Instituto 100fronteiras estão alinhados em consolidar a integração entre os povos e criar uma verdadeira comunidade latino-americana. Só podemos explicar os porquês sabendo o como. Eu vim para dar os parabéns, mas queria dizer obrigado, pois o livro Breve História da Tríplice Fronteira é um presente para a comunidade trinacional.”

Gleisson Pereira, reitor da Unila.
Gleisson Pereira - reitor da Unila

“A Itaipu Binacional tem na sua missão, além da geração de energia, contribuir para o desenvolvimento social, para o turismo e meio ambiente. Então não poderíamos deixar de estar presente no lançamento do livro Breve História da Tríplice Fronteira, são dez anos de pesquisa do Dr. Micael Alvino, e eu tenho certeza que vai enriquecer a todos nós com histórias interessantes da nossa Tríplice Fronteira.”

paulo roberto, diretor-administrativo da Itaipu Binacional.
Paulo Roberto - Itaipu

“A ideia do livro é para que as pessoas possam conhecer um pouco mais sobre a Tríplice Fronteira, para que elas leem e se identifiquem com o livro. Por influência do bilinguismo da Unila eu quis um livro acessível para todos, por isso, agora disponível em português, inglês e espanhol.”

diz micael alvino, autor do livro breve história da tríplice fronteira.
Micael Alvino da Silva, escritor do livro

Após a cerimônia de lançamento, Dr. Micael Alvino participou de uma sessão de autógrafos e fotos. Os cerca de 100 convidados acompanharam os discursos e receberam um exemplar do livro autografado pelo escritor em meio a um coquetel. Em breve o livro Breve História da Tríplice Fronteira estará disponível nas livrarias.

Para maiores informações sobre o livro e contato com o autor, contatar o Instituto 100fronteiras pelo Instagram @instituto100fronteiras

Sobre o Livro

O livro é resultado de mais de dez anos de pesquisa do historiador que sempre foi instigado a entender a formação da região. Segundo o autor, na década de 1950 havia em torno de quatro mil pessoas dos três lados da Tríplice Fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai. Em 1970, havia apenas 7% dos 902 mil habitantes registrados em 2010 nos três lados da fronteira.

Então, como explicar esse rápido crescimento? Essa é a questão que o livro busca responder, com o objetivo de apresentar uma explicação histórica para as mudanças que tornaram uma remota região em uma complexa região internacional nas primeiras décadas do século 21.

Sobre o Autor

Micael Alvino da Silva é Doutor em História pela Universidade de São Paulo (USP), e professor de História das Relações Internacionais na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila).

Micael Alvino da Silva, escritor do livro

Foi pesquisador no National Archives (Washington, Estados Unidos), no Arquivo Histórico do Itamaraty (Rio de Janeiro) e no Arquivo Público do Paraná (Curitiba). Publicou dezenas de artigos acadêmicos e cinco livros, dentre eles A Segunda Guerra Mundial e a Tríplice Fronteira (Edunila, 2021).

Sobre o Instituto 100fronteiras

O Instituto 100fronteiras foi fundado em 2022 com o objetivo de apoiar e desenvolver projetos que promovam a integração regional, cultural e social da Tríplice Fronteira. Para isso, ele atua nos seguintes pilares: turismo, sustentabilidade e meio ambiente, social e cidadania, cultura e arte, educação, comunicação social, eventos e inovação e tecnologia.

O livro Breve História da Tríplice Fronteira é o primeiro produto do Instituto e será lançado para fomentar a cultura local e manter preservada a história da região trinacional. O projeto conta com o apoio cultural da Itaipu Binacional, que sempre apoia projetos ligados ao desenvolvimento cultural da região.

Parte da diretoria do Instituto 100fronteiras
Parte da diretoria do Instituto 100fronteiras.

O Visit Iguassu, o Bourbon Cataratas do Iguaçu Thermas Eco Resort e o Parque das Aves também apoiam o Instituto 100fronteiras.

Espaço Institucional.

Comentários

Deixe a sua opinião