As ações voltadas para o desenvolvimento sustentável regional e os atrativos turísticos da Itaipu Binacional estão sendo apresentados no Show Rural Coopavel, feira de exposição agropecuária que acontece de 7 a 11 de fevereiro em Cascavel.

A empresa levou à feira um estande de 432 metros quadrados e um caminhão com a Expedição do Conhecimento, além de estar participando da Vitrine Tecnológica de Agroecologia (Vital).

Logo na abertura, nesta segunda-feira (7), o estande recebeu a visita do assessor especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, que representa o ministro Paulo Guedes no Show Rural.

“Itaipu é uma grande empresa, um orgulho para o povo brasileiro. É um marco da engenharia mundial, além de ter uma grande preocupação ambiental”, resumiu. Segundo Sachsida, o setor agrícola é prioridade para a economia do País.

No estande da Itaipu, o visitante pode conhecer os atrativos turísticos da empresa, como o Itaipu Panorâmica, o Refúgio Biológico, o Ecomuseu, entre outros, e também descobrir informações técnicas e ambientais sobre Itaipu.

“Optamos por mostrar os números fazendo referência àquilo que é mais conhecido pelo público do Show Rural”, explica o monitor de turismo Edvaldo dos Santos Nunes. Como exemplo, ele cita que a potência de um gerador da Itaipu equivalente a 3.800 tratores de porte médio.

Por meio de um telão, os visitantes podem conversar ao vivo, on-line, com um ex-barrageiro. Foi o que fez Lira Schwaab, fundadora da Coofamel, cooperativa de mel de Santa Helena (PR).

Do outro lado da tela, o ex-barrageiro Antônio Silveira, de 73 anos, contou várias curiosidades sobre a construção da usina. Logo ao lado, um letreiro com a frase “Boas energias para o mundo” é um convite para fotos.

Tecnologia

No estande de Itaipu é possível conhecer mais sobre o trabalho do Núcleo de Inteligência Territorial (NIT), que fornece dados e informações para a tomada de decisões da Itaipu em cinco eixos (território, água, clima, biodiversidade e saneamento).

Um exemplo, segundo o gerente do NIT, Rolf Massao Gugish, é o monitoramento das áreas protegidas. “Nós monitoramos, por meio de satélite, casos de supressão vegetal na Faixa de Proteção. Aí, os técnicos são acionados para verificar a ocorrência”.

O NIT também traz informações sobre o andamento da reciclagem na região, por meio da Gestão de Resíduos Sólidos (GRS), que monitora a quantidade de resíduos reciclados e a renda que o trabalho proporciona às famílias nos 55 municípios. Só em 2021, foram reciclados 22,6 milhões de toneladas de resíduos, gerando uma renda total de R$ 21,6 milhões aos trabalhadores.

Vitrine Agroecológica

Como é tradição, a Itaipu é uma das 11 instituições que integram a Vitrine Tecnológica de Agroecologia (Vital), espaço que reúne ações de pesquisa, assistência técnica e extensão rural, sempre com base em conceitos de agricultura sustentável.

“Procuramos demonstrar que a agroecologia pode trazer ganhos ambientais e econômicos, além de aumentar a produção agrícola”, diz o técnico ambiental Carlos Henrique Gonçalves, da Divisão de Ação Ambiental da Itaipu. 

Na vitrine, o produtor aprende a cultivar plantas medicinais e plantas alimentícias não convencionais (PANCs). Entre as novidades, Carlos Henrique comenta sobre os estudos feitos no Sistema de Plantio Direto de Hortaliças, uma tecnologia trazida de Santa Catarina e que, agora, está sendo aplicada nas condições do Paraná.

São 200 espécies diferentes de plantas disponíveis no local, e é possível conhecer mais sobre 66 delas por meio de um QR code que leva a um site com informações mais aprofundadas. Também por QR code, o visitante pode acessar um vídeo e fazer um tour virtual pela vitrine.

A cascavelense Ivete Gentelini é uma frequentadora assídua do Show Rural Coopavel. Neste ano, ela visitou a exposição com o marido e passou pela Vitrine Agroecológica para aprender sobre novas espécies de plantas medicinais, além de defensivos agrícolas orgânicos.

“Aprendi a combater pragas no solo usando sabão neutro com óleo de cozinha e água”, contou.

Expedição do Conhecimento

O caminhão com a Expedição do Conhecimento volta a levar educação ambiental para o estande da Itaipu no Show Rural. O espaço dividido em água, energia e sustentabilidade explica a importância da preservação da água e da manutenção da biodiversidade no mundo.

Também são apresentados conceitos como os rios voadores, que trazem as chuvas da Amazônia para o Sul e Sudeste do País, e promovida uma reflexão sobre consumo e o papel de cada um na conservação.

“Vim aqui para aprender um pouquinho mais sobre ciência e meio ambiente”, comentou Luiz Henrique Mocelin, 10 anos, que visitou a expedição junto com o pai, Josemar Mocelin. A família de Boa Vista da Aparecida (PR) se encantou com a expedição e o estande da Itaipu. “Não tinha noção de que era usada tanta água para produzir um celular. Bem interessante”, complementou Josemar, após participar de uma demonstração na Expedição.

A expedição circula pelos 55 municípios da região, em parceria com as prefeituras. O caminhão voltou a rodar no segundo semestre de 2021, passando por sete cidades e recebendo mais de 3 mil pessoas. Em 2022, a programação começa em maio, em Santa Teresinha de Itaipu.

O evento

O 34º Show Rural Coopavel acontece de segunda a sexta-feira, 7 a 11 de fevereiro, em Cascavel, no Oeste do Paraná – BR-277, km-577, saída para Curitiba. São mais de 400 expositores dos mais diferentes setores do agronegócio que apresentam novidades e tecnologias em cultivares, máquinas, tecnologias e inovações para o campo. O acesso é gratuito. Normas de segurança contra a Covid são observadas em toda a área do evento.

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,8 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 8% de toda a energia consumida pelo Brasil e aproximadamente 85% do Paraguai.

Comentários

Deixe a sua opinião