O Boulevard marcou mais de uma década da noite iguaçuense. O “Buleva, bubu, buba” foi o primeiro local do ramo de entretenimento e lazer na cidade. Chegou para surpreender. Novidade? Não. Revolução. Cinema, boliche, pizzaria, choperia, jogos eletrônicos e lojas em um só lugar. Ele veio para facilitar a vida do cliente, principalmente na diversão. E conseguiu. Nós, que estávamos entusiasmados com o novo shopping que iria surgir – onde hoje funciona o Cataratas JL Shopping, tivemos o sonho interrompido. Prometeram um shopping, mas a obra ficou no “esqueleto” por anos. Para nossa alegria, o “Buleva” tornou-se realidade em fevereiro de 1999. As histórias são muitas. Como a maior pizza da cidade, com meio metro de massa. Imagine o tamanho! Já provou um pedaço daquela delícia? Aliás, foi o primeiro local que começou a vender pedaços de pizzas. E pedaço, nada. Aquilo era uma refeição. Dá até água na boca de lembrar a de frango com catupiry.     Se não provou, com certeza já jogou boliche. Lembra? Aquele que você marcava toda semana com os amigos ou a família. Tinha direito a tomar o chope submarino para relaxar e, também, colecionar o copinho de steinhaeger que vinha dentro. Quem tinha mais copinhos era “rei”.     Uns foram para a Boate Calipso. Outros, aos encontros do Pixlog. Alguns até casaram ou deram o primeiro beijo por lá. Casais que assistiram ao primeiro filme juntos. Como o Harry Potter, impossível não lembrar. A fila para comprar ingresso ia até a esquina. Os que não foram assistir a filmes passaram na La Bomboniere comprar uns docinhos, talvez na Stuff dar uma olhada nas coisas “descoladas”. Jogaram o “jogo de disco” na sala de jogos. Ou acessaram a internet na lanhouse para conversar no avalanche, MIRC.     Maaas se você ainda não se lembra de nada disso, talvez se lembre deste jingle: “Eu vou, eu vou, eu vou proBoulevard, I go, I go, I go to Boulevard. Me voy, me voy, me voy a Boulevard”.  
Tocava todos os sábados na abertura da Rádio Boulevard na Itaipu FM 105,7, das 19h às 21h. Que tinha a voz de Foz. Sim! O locutor não poderia ser outro: Bruce Brussolo. Informação, músicas e entrevistas em um tipo de comunicação “à vontade”, jovem, mas voltado também à família. Inclusive, teve uma entrevista com o Otávio Mesquita, que foi jogar boliche com o filho iguaçuense, Luis Otávio, e acabou concedendo uma entrevista ao vivo.
    O confortante é saber que o nome ficou. A Uniamérica, fez uma nova sede lá, a “UniAmérica – Campus Boulevard”. Continua sendo ponto de encontro de pessoas. Agora para aprender e trocar conhecimentos. O “Buleva” se foi, mas estará para sempre com a gente em nossos corações. Saudades.

“Eu sou um pássaro que vivo avoando. Vivo avoando sem nunca mais parar. Ai, ai! Ai, ai! Saudade. Não venha me matar.” – Luiz Galvão

   

Participe da comunidade 100fronteiras. Apoie o jornalismo local!

Apoiando o jornalismo local, você valoriza a sua cidade, seu estado e seu país. Nossa equipe está diariamente trazendo notícias da Tríplice Fronteira, apresentando novos lugares, com isso você receberá conteúdos exclusivos e brindes.

Participe já do nosso grupo do WhatsApp ou interaja em nosso Telegram.

Nos encontramos lá, até mais

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião