Mensagens de motivação e superação deram o tom de uma ação promovida pelo Projeto Maestro da Bola (fundado pelo ex-jogador Ricardinho) para os cinco núcleos parceiros da iniciativa em Foz do Iguaçu.

A ação impactou mais de 300 adolescentes e foi realizada entre os dias 19 e 21 de maio no projeto Um Chute Para O Futuro e nas sedes do Centro de Atenção Integral ao Adolescente (Caia) no Porto Meira e no Portal da Foz.

Com o objetivo de sensibilizar os adolescentes sobre os desafios cotidianos e mostrar que mesmo diante de muitas dificuldades é possível vencer na vida, os palestrantes foram pessoas com deficiência, que encontraram no esporte uma forma de inclusão e motivação. Participaram do encontro:,

Jessé Gleden, jogador de basquete em cadeiras de rodas, que perdeu os seus movimentos com menos de dois anos após não ter recebido a vacina contra a poliomielite;

Kemmeli Zaghi Cavalcante, que teve câncer de mama e hoje participa da equipe Flor de Lótus, que é coordenada pelo fisioterapeuta e técnico Guto Mazine e conta com a presença de mulheres que venceram ou estão em tratamento contra o câncer de mama;

Angelina Rabelo, que sofreu tentativa de feminicídio do seu ex-esposo e atualmente é atleta paralímpica de canoagem;

e Jorge Luiz de Sousa, que sofreu um acidente de moto, perdeu os movimentos das pernas e atualmente é atleta da canoagem paralímpica.

O encontro foi marcado por muita emoção e curiosidades por parte dos adolescentes. O projeto conta com atendimento em cinco núcleos, que são apoiados pela Itaipu Binacional: Chute Para o Futuro, Centro Comunitário da Vila C, Caia/Jd. Canadá, Caia/Porto Meira e Caia/Maradona-Portal.

Sobre o Maestro da Bola

O Projeto Maestro da Bola tem sua sede em Curitiba e, através de uma metodologia específica, oferece atividades gratuitas na modalidade de futebol/futsal para crianças e adolescentes de 7 a 14 anos, matriculados na Rede Pública de Ensino.  A iniciativa prioriza pessoas em condição de vulnerabilidade social.

Dentre os objetivos estão, além da aprendizagem e iniciação esportiva, promover a inclusão, a formação do caráter e do cidadão estimulando o trabalho em equipe e a disciplina. Atualmente, cerca de 1900 crianças e adolescentes de Curitiba, Foz do Iguaçu e Londrina são atendidas pelo projeto.

Mais informações: https://www.projetomaestrodabola.com.br/

Comentários

Deixe a sua opinião