Fotos: Aline Moraes As mulheres na atualidade são ousadas, visionárias e empreendedoras, constroem mundos sem fronteiras, têm foco no que realizam e definem horizontes futuros. Cada vez mais elas vêm ocupando cargos de destaque na sociedade, e isso faz parte de uma revolução do empoderamento feminino na qual elas se unem e se fortalecem em busca de valorização e reconhecimento, mas, acima de tudo, como forma de se ajudarem. E foi pensando nisso que a empresária do ramo imobiliário Daiane Cristine Escobar decidiu fundar um grupo chamado Geração Rosa, unindo mulheres de diversos segmentos profissionais em prol da troca de experiências e parcerias. “Eu via a necessidade de ter um grupo assim, pois é sempre importante ter parceiros para nos auxiliar em outras áreas, e nós mulheres somos dotadas de grande talento em nossas profissões. Será uma união para fazer a diferença na classe social de investidoras e empreendedoras. Somos mais do que um grupo de mulheres visionárias, somos uma equipe de mulheres do futuro. Temos um leque de novos negócios, abrindo portas para mulheres que ainda não tiveram a oportunidade no mundo dos negócios”, destaca a empresária. O intuito da Geração Rosa é também promover mensalmente encontros com palestras e eventos para discutir assuntos relevantes e de interesse da sociedade, sempre destacando o poder feminino nos negócios. “Nossa principal meta é sermos comprometidas umas com as outras, fazer negócios, fidelizando e gerando uma autoconfiança. Somos da nova geração de mulheres empreendedoras e investidoras”, finaliza.

Brisa Einik

Natural de Santa Izabel do Oeste, Brisa Einik chegou a Foz do Iguaçu aos 17 anos para cursar a faculdade de Turismo. Hoje é mestra em turismo internacional, especialista em gestão estratégica de pessoas e atualmente mestranda em administração de empresas, atuando como educadora executiva e dedicando-se com entusiasmo ao desenvolvimento de pessoas. Brisa tem ajudado profissionais a tirarem suas ideias do papel e ressignificarem a vida por meio de planejamento ágil, posicionamento e marketing pessoal. E não para por aí, palestras customizadas, mentoria individual, cursos e treinamentos focados em liderança, motivação e alta performance estão entre os principais serviços que ela desenvolve. Sua missão é dar protagonismo às pessoas e empresas que buscam seu melhor desempenho para alcançarem resultados de grande impacto. “Eu ficava me escondendo da minha vocação, até que um dia tive coragem de assumir meu propósito de vida. Não adianta ser um especialista e não ajudar ninguém. Desde então, novas oportunidades surgiram na minha vida, assim como esse projeto incrível que é a Geração Rosa. Nossa missão está intimamente alinhada com o objetivo, que é unir forças e elevar o poder das mulheres na sociedade, promovendo a autoconfiança e fomentando os negócios no universo feminino.” Brisa reserva uma parte de sua agenda para contribuir socialmente com palestras oferecidas gratuitamente para públicos que têm sede de aprendizado. “Meu trabalho não é motivar pessoas. Meu trabalho é provocar a sua evolução.” Para saber mais sobre a vida da Brisa, você poderá segui-la no Insta: @brisaeinik. Whats: (45) 99922-2438 Look: Les Amis

Daiane Cristine Escobar

Natural de Cascavel (PR), Daiane está em Foz do Iguaçu há 24 anos, onde atua no setor imobiliário, sendo proprietária da Metrofoz Assessoria Imobiliária. Desde sempre ela foi proativa, vendo as dificuldades na área imobiliária da cidade que decidiu conhecer e estudar sobre a profissão fazendo faculdade, aperfeiçoando-se na área para poder administrar os próprios imóveis. Mas o que era para ser um estudo de autoconhecimento transformou-se em sua profissão, e hoje ela presta assessoria imobiliária em diversas áreas: jurídica, avaliação do simples ao judicial, administração de imóveis para locação, compra, venda e documentação. “No escritório somos em oito mulheres. Convivendo com elas e ouvindo as histórias de meus clientes, senti a necessidade de unir o grupo feminino com os mesmos ideais. Eu atendo muitas mulheres e homens que estão desamparados em diversas áreas, que muitas vezes buscam auxílio para administrar sua vida e seus imóveis. E com isso precisam de apoio de profissionais qualificados e de boa índole. Com tudo isso despertou no meu eu a vontade de ajudar e a contar com outras pessoas que também pudessem contribuir. Então, na verdade, esse trabalho já é feito há muito tempo, mas agora decidi dar início ao Grupo Geração Rosa.” Além da sua profissão, Daiane também participa de projetos sociais e, com o grupo, essa ajuda aumentará. “É muito importante ver quanta gente pode ajudar nesses projetos, usando da influência que temos para ajudar outras pessoas que precisam muito. Estamos unindo nossos conhecimentos em favor do amor ao próximo.” “Amor gera amor.” Imobiliária Metrofoz: (45) 3525-0026 Make: Yasmin Valeria Makeup

Deynes Grasiele Keller

Natural de Maringá (PR), ela é formada em educação física e casada com Christian Keller. Apaixonada por esportes, foi atleta de handebol e atuou 15 anos como árbitra da modalidade, chegando à categoria nacional. Apesar de estar feliz com a profissão, sempre sentiu que poderia ir além, por isso cursou Direito. “O chamado pela advocacia foi então irresistível e, logo após formada, ingressei na carreira de advogada com muita dedicação e paixão. Hoje atuo na área cível e tributária, com escritório próprio, e me envolvo fortemente nos eventos e movimentos da Ordem dos Advogados do Brasil, por entender também a força desse coletivo.” No entanto, ela queria mais. Queria empreender em algo diferente. Por isso, com o apoio de uma amiga e sócia, nasceu a Salto Alto! “Com a Salto Alto nosso desejo foi trazer para as mulheres a moda em forma de sapatos em valores acessíveis e com um atendimento totalmente personalizado: trabalhamos com atendimento por telefone, WhatsApp e através das redes sociais, e buscamos compreender o estilo e as necessidades de nossas clientes, facilitando suas vidas, pois sabemos que atualmente todas estamos imbuídas de muitas atividades. A minha tarefa como empreendedora foi então além do objetivo comercial, buscando efetivamente trazer facilidade e praticidade à vida de mulheres que, como eu, não têm todo o tempo livre que merecem, por isso hoje a loja Salto Alto está mais completa, com roupas, calçados e acessórios femininos, podendo otimizar ainda mais o tempo de nossas clientes.” Mesmo desdobrando-se em várias funções, Deynes ainda encontrou tempo para o serviço social. “Sou rotariana e faço atualmente parte desse grupo maravilhoso de mulheres – cada uma com seus talentos especiais –, que juntas estão buscando diferentes formas de propagar e promover projetos, ressaltando a importância de ocuparmos nossos espaços com consciência social e, principalmente, promover o amor e a equidade.”  “Se já estava realizada com minha vida profissional, agora me sinto ainda mais feliz, pois colocar aquilo que eu sei e conheço a serviço do todo, de todas e do mundo é algo transformador.” Loja Salto Alto: (45) 99149-9071 DK Advocacia: (45) 3027-4221 e 99943-5338 Cabelo e make: Ateliê Fran Milani Vestido: loja Salto Alto Sandália: loja Salto Alto

Ivoney Della Justina

Natural de Ivatuba (PR), chegou a Foz do Iguaçu em 1978. Contadora da CAP Contabilidade há 26 anos, atua e presta assessoria contábil a pequenas empresas e empresários, como MEIs, e até grandes grupos empresariais. Com foco na organização e planejamento contábil, é responsável pelo controle do movimento financeiro das empresas, organização de abertura e documentações até apuração de impostos e de taxas referentes à prestação de serviços e produtos em geral. O objetivo é dar ao seu cliente a segurança fiscal e tributária necessária, primando pela transparência e legalidade dos procedimentos contábeis, desde o Imposto de Renda para pessoas físicas até a contabilidade específica e mais complexa de cada empresa. “O principal diferencial da CAP Contabilidade é sempre buscar o melhor ao cliente, sendo um parceiro ideal na orientação do melhor caminho para que possa exercer sua atividade de forma tranquila com os impostos em dia. Todos necessitam de uma assessoria contábil, e estamos aqui para isso.” Ivoney acredita que poderá contribuir muito com a Geração Rosa, não apenas por sua experiência na área contábil, mas também por sua experiência de vida. “As mulheres são muito versáteis e têm potencial para atuar nas mais diversas áreas da sociedade. Não vejo homem ou mulher, vejo quem é capaz, e esse grupo é capaz de fazer grandes projetos pela sociedade como um todo.” “Umas ajudando as outras e todas ajudando a sociedade.” CAP Contabilidade: (45) 3574-2168 Cabelo: Estúdio Ligia Raggi Make: Yasmin Valeria Makeup Look: acervo pessoal

Karen S Alcantara

Nascida em Foz do Iguaçu, é neta de paraguaios e argentinos, o que faz de Karen uma cidadã nata da fronteira. Formada em administração, ela atua há mais de dez anos na área de vendas de móveis e decoração, o que despertou o interesse em fazer uma pós-graduação em Design de Interiores e abrir a Donatta Home Decor há quase um ano. “Sou uma nova empreendedora que trabalha com móveis residenciais e corporativos, prestando um atendimento personalizado e de qualidade, atendendo Foz, Paraguai, Argentina e região.” Por ser uma mulher de garra e fé, acredita que fazer parte da Geração Rosa irá somar não apenas na vida dela como na de outras mulheres. Para ela, as mulheres são muito sensoriais, conseguem perceber o ambiente e quando as pessoas não estão bem, e a partir disso lidar com as diversas situações que aparecem no dia a dia. “Trabalhar para ganhar dinheiro é muito importante, mas trabalhar e poder transformar vidas é realizador, compartilhar nossas ideias e experiências com outras mulheres. Se cada mulher entendesse a sua importância e o papel que exerce, teríamos menos competições desnecessárias entre nós. Seríamos mais felizes em saber que carregamos o dom de gerar vidas e a multiversatilidade de sermos várias em uma só; sem deixar de sermos femininas. A Bíblia diz que a mulher sábia ‘edifica’, ou seja, constrói, transforma o meio onde vive, o ambiente, as pessoas. Mulheres unidas em um propósito formarão famílias estruturadas e uma sociedade mais bem organizada. Somos incentivadoras de pessoas, e conseguirmos inspirá-las a ajudar outras pessoas é algo que fará o grupo ser ainda maior.” “Nosso papel é fazer com que outras mulheres descubram que tipo de mulher elas nasceram pra ser.” Insta: @donattahomedecor Make e cabelo: Salão Lazulli Look: Zamar Modas

Lilian Lourdes Fretes García Grellmann

Nascida em Assunção (PY), ela chegou a Foz do Iguaçu há 39 anos, quando seu pai exerceu o cargo de cônsul do Paraguai na cidade. Naquela época ainda solteira. No decorrer de sua trajetória, ela casou e tem três filhos iguaçuenses. Formada em direito, é empresária na área de comunicação atuando como diretora e jornalista. Em 2013, juntamente com um grupo de mulheres da cidade, fundou a Amutur (Associação de Mulheres do Turismo de Foz), desempenhando o papel de presidente. “A entidade é sem fins lucrativos e visa principalmente promover o Destino Iguaçu como um todo, abrangendo Foz, Ciudad del Este e Puerto Iguazú. É um grupo de mulheres empresárias e profissionais liberais que promovem o turismo de forma voluntária, realizando mensalmente reuniões, palestras e debates sobre projetos e ações na área do turismo, assim como também assuntos de interesse da sociedade.” Lilian ressalta: “Devemos nos conscientizar que moramos em uma cidade turística, portanto dependemos do turismo direta ou indiretamente, isto é, fazemos parte do turismo, desta indústria limpa, sem chaminé, que gera riqueza e desenvolvimento para nossa cidade e região”. Além disso, a Amutur realizou em 2016 o 1º Encontro Internacional abordando o tema: “O Potencial Feminino no Turismo”, ao qual vieram convidadas internacionais como Angélica Herrera Muñoz, presidente executiva e fundadora da Rede Latino-Americana de Congressistas (Bogotá/Colômbia); a diretora executiva e financeira da Itaipu Binacional; a ministra da Mulher da República do Paraguai e a ministra do Turismo do Paraguai. Lilian destaca que, além dessas ações, ela e as demais integrantes da Amutur fazem parte do movimento Foz Limpa, Foz Linda, visando à melhoria do corredor turístico da cidade por meio da limpeza, conscientização e ornamentação da área central. Com toda sua gama de experiência com mulheres, ela frisa a importância da Geração Rosa: “Fiquei surpresa com o convite e acho importante nos reunirmos, pois as mulheres ainda sofrem algum tipo de preconceito, portanto, quanto mais fortalecemos a nossa união, mais espaços conseguiremos conquistar na sociedade. Eu posso contribuir com conhecimento e troca de experiências como profissional ou gestora, dessa forma evoluindo juntas e abrindo espaço para novos talentos que tenham potencial para somar conosco”. “Somos uma cidade turística, estamos inseridos nesse meio, o que nos torna responsáveis pela imagem da cidade. A nossa missão é receber da melhor forma possível o nosso turista. Assim considero importante a conscientização de cuidar dessa que é uma indústria do turismo, limpa e sem chaminé, que gera desenvolvimento e riqueza para a cidade e região da Tríplice Fronteira.” Look: Giorgio Armani by SAX Beauty: @fabiestrela Insta: @liliangrellmann

Neusa Miguens

Natural de Tubarão (SC), está há 13 anos em Foz do Iguaçu, cidade pela qual é apaixonada, mesmo tendo morado em outros países. Formada em psicologia e com empresa no Paraguai, hoje seu foco é o trabalho voluntário. “Sou presidente da Voluntárias Cisne Branco, grupo este de voluntárias ligadas à Marinha do Brasil, onde principalmente damos assistência à família naval. No entanto, com as voluntárias, confeccionamos enxoval para bebês da família naval, desempenhando também como vice-presidente da Amutur [Associação de Mulheres do Turismo de Foz], um grupo de mulheres unidas para debater assuntos na área do turismo na Tríplice Fronteira, assim como também assuntos diversos de interesse da coletividade feminina.”   O trabalho voluntário sempre fez parte da vida de Neusa, e há oito anos ela trabalha voluntariamente no hospital de câncer junto com outras mulheres integrantes da Soamar e Voluntárias Cisne Branco, realizando a confecção e doação de perucas e lenços. Ainda participa com frequência do Café Oncofoz e de doações de sangue. “Eu também ajudei a construir um hospital do câncer em Brasília, algo que para mim é muito gratificante.” Totalmente altruísta, ela destaca que a criação da Geração Rosa vem para somar na sociedade iguaçuense, aumentando a força da mulher e proporcionando um maior engajamento aos projetos sociais. “Recebi com muita alegria esse convite de fazer parte, porque é sinal que o trabalho voluntário que faço há anos está refletindo aqui em Foz. Eu sou uma pessoa cheia de ideias, e é muito bom poder contar com profissionais capacitados para executar os projetos.” “Ao ajudar outras pessoas, automaticamente estou ajudando a mim mesma.” Whats: (45) 99118-4883 Cabelo e make: Cris Diel Look: estilista Sonia Camargo

Thiaizen Maria Sepp

Nascida em Medianeira (PR), a advogada Thiaizen Maria Sepp é especialista em Direito de Família e Sucessões, pós-graduada em Direito Aplicado pela Escola da Magistratura do Paraná. Em Foz do Iguaçu, fundou o escritório Sepp Advocacia e Assessoria Jurídica, o qual atua no campo consultivo e litigioso, nas esferas judicial e administrativa, nas áreas cível, empresarial, imobiliário, trabalhista e previdenciário. “Fiquei imensamente feliz pelo convite de participar do projeto, vez que tem por finalidade inspirar e ajudar outras mulheres a alcançarem seus objetivos, pois infelizmente muitas ainda se deparam com inúmeros problemas na sociedade, o que deixa evidente a necessidade de lutar pela igualdade e justiça nos remetendo à sororidade feminina, a qual significa união entre as mulheres, apoio mútuo, que baseada na empatia e companheirismo nos leva a alcançar objetivos em comum, do mesmo modo que igualdade entre os gêneros.” Ela destaca que até mesmo na sua profissão existe certo preconceito com relação às advogadas. “Mesmo as advogadas representando quase que a metade dos profissionais dessa área no Brasil, ainda nos deparamos com algumas situações e comportamentos que buscam deixá-las em desvantagem, o que deve ser repelido, pois contamos com capacidade técnica igual à dos homens e devemos mostrar para o mundo que conseguimos sozinhas nosso espaço. O principal a ser considerado no projeto é que o mesmo busca a ajuda mútua entre mulheres, o que pode se dar por meio de seu conhecimento, tempo, bem como na área profissional pela troca de contatos entre si. Não deve haver disputas, mas, sim, apoio e união, pois juntas somos mais fortes.”    

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião