A pandemia não é motivo para as pessoas sorrirem. Mas, já que é preciso passar por isso, por que não encontrar formas de tornar a jornada mais leve?

É com esse pensamento que o Colégio Semeador está apoiando o projeto Contagiando Sorrisos, que tem como objetivo distribuir máscaras com sorrisos estampados, em artes criadas por mais de 60 artistas plásticos.

Para ir além, os alunos foram envolvidos em uma campanha de arrecadação de donativos às instituições sociais da cidade.

O Contagiando Sorrisos entende que as máscaras trazem significados negativos, despertando sentimentos de medo, doença e tristeza. Então, o projeto convida empresas para que abracem a causa e adquiram as máscaras “sorridentes”.

Metade da quantidade que for comprada, a empresa pode distribuir a quem desejar.

A outra parte deve ser entregue a pessoas sem acesso a esse cuidado ou a prestadores de serviços essenciais para que, com os sorrisos estampados, possam transformar as incertezas em momentos mais alegres.

A empresa pode indicar a instituição que irá receber as máscaras.

colegio-semeador-visita-hospital-costa-cavalcanti
Visita ao Hospital Ministro Costa Cavalcanti. Foto: divulgação/Colégio Semeador.

Além do sorriso

Três colégios do Grupo Positivo, no Paraná e em Santa Catarina, estão engajados no Contagiando Sorrisos. E quem participa são os alunos do Ensino Fundamental II, ou seja, do 6.º ao 9.º ano. As ações foram desenvolvidas pela disciplina Formação Humana e Empreendedora.

Em Foz do Iguaçu, o Colégio Semeador beneficiou quatro instituições.

Conforme a professora de Geografia e Formação Humana e coordenadora do Contagiando Sorrisos na escola, Priscila Garcia, foram os próprios alunos que sugeriram os nomes de entidades sociais e decidiram ajudá-las.

Veja que instituição cada turma ajudou:

  • 6.º ano – Lar dos Velhinhos
  • 7.º ano – Ala de oncologia do Hospital Ministro Costa Cavalcanti
  • 8.º ano – UTI Neonatal do Hospital Ministro Costa Cavalcanti
  • 9.º ano – Centro de Nutrição Infantil de Foz do Iguaçu

A partir daí, a campanha foi dividida em dois momentos. A primeira teve foco na arrecadação de donativos, uma ação que não tem relação direta com o Contagiando Sorrisos; foi uma iniciativa da escola com a participação dos alunos.

Donativos

O próximo passo foi visitar as instituições para conhecê-las. Apenas o Lar dos Velhinhos, assistido pelo 6.º ano, não teve visita presencial por conta do risco de expor os idosos.

A professora Priscila conseguiu as informações sobre a instituição, além de fotos e vídeos para que os alunos conhecessem de forma virtual.

Os alunos fizeram cartazes sobre as instituições, que foram espalhados pela escola, e divulgaram nas redes sociais da instituição de ensino os vídeos que criaram, pedindo doações. Para o Lar dos Velhinhos, o importante são fraldas geriátricas.

Para a ala de oncologia do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, chinelos e absorventes menstruais são muito bem-vindos. “Como é um hospital de grande porte, que atende toda a região de Foz e o Paraguai, são coisas importantes para quem fica internado ou acompanha o paciente”, explicou a professora.

Já a UTI Neonatal do Hospital Ministro Costa Cavalcanti precisa muito de fraldas tamanho RN porque atende crianças prematuras, além de pomadas para assadura.

O Centro de Nutrição Infantil necessita de leite em pó (fórmulas 1 e 2), além de leite comum e notas fiscais sem CPF atribuído, para que possam reverter em dinheiro para a instituição.

“A participação dos alunos e de seus familiares foi muito bacana. Nessa ação da ala oncológica do hospital, por exemplo, conseguimos quase 100 pacotes de fraldas geriátricas, mais de 100 pacotes de absorventes, e muitos pares de chinelos. Foi ótimo”, exaltou a professora.

Agora sim, as máscaras!

Encerrada a etapa de donativos, o Colégio Semeador iniciou a divulgação do projeto Contagiando Sorrisos. Alunos das quatro turmas produziram vídeos para mostrar as entidades que cada uma escolheu – e também para pedir votos.

Os vídeos foram postados no canal da escola no YouTube e ganharia a “competição” quem conseguisse mais “likes”.

A instituição vencedora foi o Lar dos Velhinhos, com 551 likes no vídeo do 6.º ano. Sendo assim, a entidade recebeu as máscaras do projeto Contagiando Sorrisos.

“Foi muito importante os alunos perceberem que, além da competição, o que valeu muito foi a solidariedade. Conhecer a rotina, as necessidades, o trabalho e a importância de cada uma das instituições e poder contribuir com as doações. Nós unimos colégio, pais e alunos em prol de um objetivo único, como uma verdadeira comunidade escolar”, orgulha-se Priscila.

visita-uti-hopital-costa-colegio-semeador
Visita à UTI Neonatal do Hospital Ministro Costa Cavalcanti. Foto: divulgação/Colégio Semeador.

Colégio Semeador

Com 25 anos de história, o Colégio Semeador tem uma infraestrutura robusta, moderna e funcional, inserida em um amplo espaço verde de 161 mil metros quadrados, onde os alunos estudam e convivem com plantas e animais. Localizado em Foz do Iguaçu (PR), o Colégio Semeador tem turmas de Educação Infantil (Regular e Bilíngue), Ensino Fundamental – Anos Iniciais (Regular e Bilíngue), Ensino Fundamental – Anos Finais e Ensino Médio.

Em 2019, passou a fazer parte do Grupo Positivo.

Comentários

Deixe a sua opinião