Nesta segunda-feira (11) Fernando Furiatti secretário estadual de Infraestrutura e Logística confirmou que as primeiras máquinas para a duplicação da Rodovia das Cataratas vão fazer a instalação do canteiro de obras.

O consórcio ainda não divulgou o plano de ataque da obra e as possíveis intervenções no trânsito e no tráfego da avenida. Os serviços da duplicação do trecho de 8,7 quilômetros devem iniciar logo após o trevo Carimã (acesso para a Ponte Tancredo Neves) e seguindo até o portal de entrada do Parque Nacional Iguaçu.

O contrato no valor de R$ 129,6 milhões para execução dos serviços já foi assinado pelo DER-PR e a obra deve ser entregue em 18 meses.

Também serão implantadas vias marginais, passeios, ciclovia, uma nova ponte sobre o Rio Tamanduá, passa-faunas, iluminação com LED e quatro viadutos, incluindo um de acesso ao Aeroporto Internacional.

Projeto duplicação rodovia das Cataratas
Projeto da Rodovia das Cataratas. Divulgação.

Está prevista ainda a restauração e conservação do pavimento da BR-469 durante a execução da obra, que terá prazo de 18 meses, uma vez concluída a licitação e assinado o contrato.

Esta é a quarta grande obra de infraestrutura em Foz custeada, na sua maior parte, pela Itaipu Binacional. Na lista estão a construção da segunda ponte sobre o Rio Paraná, a pavimentação da Avenida Perimetral Leste e a reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Cataratas.

A Itaipu estima em R$ 1,2 bilhão em investimentos neste conjunto de obras.

Com informações da Comunicação Social da Prefeitura de Foz do Iguaçu.



Comentários

Deixe a sua opinião