Vivemos em um mundo onde a alimentação chega a ser algo valorizado e usado por muitos como regra de vida e prática.

E isso acaba influenciando em nosso comportamento e saúde. Por isso convidamos a nutricionista da Miss Laura, Pauline Godoi, para nos ensinar a forma equilibrada e saudável com que devemos administrar o alimento.

A situação que estamos vivendo pegou todos de surpresa, trazendo o sentimento de incerteza, medo e ansiedade. Muitas pessoas lidavam e lidam com a dieta e a alimentação regrada por meio da lei da escassez. O que significa a lei da escassez?

São pessoas que conseguem manter-se “na linha” em razão da escassez de tempo por estarem ocupadas, por estarem menos em casa e por terem menor exposição a alimentos ditos como tentadores, ficando menos predispostas a saírem da rotina alimentar. Então o que fazer quando o tempo em casa acaba sobrando?

Quando temos os fatores emocionais envolvidos juntamente com a mudança brusca de rotina, acabamos tendo dificuldade para manter uma alimentação saudável e a prática contínua de exercícios físicos. Viramos os mestres do sono, da pipoca, do brigadeiro, de receitas da internet, das frituras e das beliscadas, encarando erroneamente este período como férias.

Para conservarmos a boa forma, Pauline separou algumas dicas que podem ajudar a manter uma rotina alimentar saudável:

• Estabelecer horários para as refeições. Assim o nosso intestino entra em uma rotina e o nosso cérebro também, deixando-nos menos propensos a comer fora de hora;

• Comer somente quando tiver fome e evitar longos períodos em jejum para um controle da ansiedade;
• Envolver-se e participar das tarefas de elaboração das refeições da casa, pois isso reduz a ansiedade e ajuda no controle da fome;
• Fazer um planejamento de cardápio para a semana, gerando uma redução no desperdício de alimentos e dando-nos um controle maior das preparações;
• Aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras, pois eles nos dão uma maior sensação de saciedade. Aposte no arroz integral, aveia, chia, linhaça, gergelim, frutas com casca e alimentos integrais;
• Consumir a menor quantidade possível de alimentos industrializados, dandopreferênciaa alimentos in natura e se possível orgânicos;
• Consumir diariamente frutas e vegetais, sempre priorizando,na medida do possível, uma variação;
• Sentar-se à mesa na hora de comer sem a presença de TV, celular outablet. Concentrar-se no alimento e na mastigação! Essa prática evita o consumo por impulso de uma quantidade maior de comida;
• Consumir alimentos ricos em vitamina C, que contribuem na manutenção da imunidade, tais como: abacaxi, laranja, cenoura, limão e maracujá;
• Tomar pelo menos de 15 a 20 minutos de sol diariamente. Pode ser na sacada, no pátio ou do lado da janela que o Sol bate;
• Aumentar o consumo de água para pelo menos 2 a 2,5 litros diariamente. Isso irá estimular o funcionamento correto do seu metabolismo e intestino;
• Estabelecer dias e horários para prática de exercícios físicos;
• Aproveite e crie o hábito de consumir suco, chá e café sem açúcar! Ajuste o seu paladar para identificar o sabor real dos alimentos sem a máscara que o açúcar traz.
• Aposte em tábuas de frios feitas com vegetais como: pepino, cenoura, vagem, tomate cereja, entre outros. Faça molhos caseiros para acompanhar! Dica: um bom petisco para ver um filme é semente de abóbora torrada; além de ser uma delícia, ela possui ação antioxidante e vermicida.
• Estabelecer uma rotina de sono! Organize o horário de acordar e dormir. Se você levanta diariamente às 7hpara ir ao trabalho, continue acordando no mesmo horário e priorize dormir pelo menos oito horas diárias;
• Faça um diário alimentar de imagens, isso ajudará você a se conscientizar e organizar em relação à quantidade e ao que consumiu durante o dia. E as fotos mais bonitas você pode postar e inspirar seus amigos e família a comer mais saudavelmente.

A palavra-chave é rotina! Mantenha e organize a sua para ver a diferença que isso gera no nosso corpo e mente!

Nutricionista Pauline Godoi Silva – CRN8 10209
Mestranda em Tecnologia de Alimentos

Comentários

Deixe a sua opinião