O Centro de Altos Estudos da Conscienciologia – CEAEC, é uma organização científica e sem fins lucrativos que está completando, hoje (15), 26 anos de contribuição na pesquisa da ciência.

Fundado em Foz do Iguaçu, tornou-se o primeiro campus conscienciológico dedicado a cursos e pesquisas na área da Conscienciologia, ciência focada no estudo integral da consciência (nós mesmos).

“O CEAEC é o campus experimentológico da Conscienciologia, já acumula quase 2 milhões de itens voltados às autopesquisas experimentais. No entanto, o maior acervo e patrimônio da instituição é o seu corpo de voluntários, que são os verdadeiros responsáveis por toda esta riqueza pesquisística”.

Roberto Leimig, secretário geral CEAEC.

Tertuliarium , um lugar de debate

O Tertuliarium foi inaugurado, em 30 de novembro de 2008, em clima de festa, com mais de 346 participantes presentes, a lotação máxima de assentos, exigindo providenciar mais cadeiras para todos (verbete 1.035: Senso de Urgência).

Com a ampliação do Tertuliarium, a nova edificação demarcou outra etapa na cronologia das tertúlias, trazendo um lugar de conforto para grande número de pessoas e ampliando os projetos derivados da Enciclopédia.

O espaço tem lotação para 346 pessoas sentadas, e possibilita visibilidade do espaço central a partir de qualquer lugar. As cadeiras são fixas e tem pranchetas de apoio para notebooks com tomadas próximas e microfones distribuídos nas fileiras.

Além disso, há boa infraestrutura de banheiros, exaustores, refrigeração e calefação, salas de apoio, camarim do professor, púlpito para divulgação, hall de entrada com expositores, rampa, dentre outras facilidades.

Sobre a visitação

A partir dessa nova configuração, foi possível receber visitas de grupos, por exemplo, de escolas, grupos da terceira idade, turistas, moradores locais, além de autoridades e de personalidades destacadas na socin.

CEAEC está temporariamente fechado para visitações.

A estrutura externa do Tertuliarium lembra o espremedor de frutas, sendo denominado pelo professor Waldo Vieira como espremedor de cérebros. Por dentro, de alguns ângulos, assemelha-se a uma nave espacial.

A Holoteca

A holoteca é uma coleção ou “tecas” que já passa de 1 milhão de artefatos do saber. São mais de 81 mil livros, 1.763 dicionários temáticos, tem jornais e outro tanto de revistas usados para apoiar os pesquisadores que trabalham na Enciclopedia.

Acoplamentarium

Acoplamentarium é o laboratório grupal e multidimensional, tecnicamente preparado para potencializar o desenvolvimento parapsíquico e os atributos conscienciais.

São mais de 15 anos de experimentos realizados regularmente no Campus CEAEC.

 Laboratório Acoplamentarium CEAC
Acoplamentarium. Foto: CEAC.

Aleia dos Gênios da Humanidade

A Aleia dos Gênios é um corredor com 174 bustos de personalidades de diversas áreas do conhecimento que contribuíram com a humanidade, resultando em uma verdadeira sala de aula a céu aberto. O caminho do conhecimento leva as pessoas ao Holociclo.

Aleia dos Gênios CEAC
Detalhe de um dos bustos de personalidade expostas no CEAEC. (Foto: Divulgação/CEAEC)

Bairro Conscienciológico

Cognópolis é o bairro do conhecimento, em relação a nós mesmos, pessoas. A arquitetura do bairro Conscienciológico é semelhante a das ágoras gregas, da filosofia antiga, hoje essa cidade é focada na evolução.

Em fevereiro de 2009, a 100fronteiras fez uma reportagem sobre a Conscienciologia, onde Waldo Vieira diz.

“Curitiba e muitas cidades no Paraná têm pórticos (portais de entrada). Vamos fazer um aqui. Só não sei onde, ainda”.

Disse Waldo Vieira, destacando que o estilo será romano, porque no CEAEC já há muita coisa nesse estilo. E além disso aqui tem muito italiano. Segundo Vieira, um portal ou pórtico nos bairros ajuda na maneira como o bairro se vê e nas relações entre os bairros.

“É uma coisa importante. Chama a atenção para o bairro. É outra coisa. Mexe com os outros bairros, incentiva os outros bairros, estimula, revifica, revitaliza, ajuda na reurbanização interna do município. Vale a pena.”

Com a chegada da Conscienciologia, Foz do Iguaçu só teve a ganhar. Vieram muitos médicos para a cidade, professores, muitas pessoas gabaritadas chegaram para acrescentar à cidade, seja pela medicina quanto para ver e dar aulas.

E esse é o perfil dos voluntários da Conscienciologia, vários voluntários médicos, professores, e pessoas a fim de fazer assistência, isso foi o que Foz do Iguaçu mais ganhou, a qualificação dos voluntários. O objetivo não é ajudar apenas o bairro, a Conscienciologia, mas sim, toda a cidade. Essa é a prática da Conscienciologia, ela se faz em todos os lugares.

Por que Foz foi escolhida para sediar a Conscienciologia

E por que Foz foi escolhida para sediar a primeira cognópolis do Planeta? O primeiro tertuliarium do Planeta? O primeiro acoplamentarium da Terra? Os primeiros laboratórios de dupla evolutiva, evoluciologia ou mentalsomática?

Waldo Vieira explica. (esses trechos foram retirados da edição de fevereiro de 2009 da revista 100fronteiras).

“Porque Foz é uma cidade de fronteira que mexe com o processo de universalismo; uma cidade que não tem um nacionalismo fechado, não é acanhada, é hospitaleira. Para você ter uma ideia, muçulmanos nos ajudam, árabes, os italianos. Todas as etnias nos ajudam. Foz é minha residência permanente”.

Waldo Vieira.

Ele acrescentou ainda que veio para Foz para ser cremado.

“Vou ser cremado aqui e isso me lembra que a gente precisa de um crematório na cidade. Como eu vou ser cremado?”

Em dezembro de 2013 a Mariana Kojunski jornalista da 100fronteiras realizou uma entrevista exclusiva com Waldo Vieira que falou sobre a história do CEAEC.

Comentários

Deixe a sua opinião