A partir desta sexta-feira (5), a barragem de Itaipu e diversos monumentos na área da usina, além do Centro de Recepção de Visitantes, serão iluminadas de azul, como parte da campanha mundial do Novembro Azul.

O foco é a saúde masculina, reforçando, principalmente, a importância da prevenção na luta contra o câncer de próstata.

Os turistas que fizerem o passeio Itaipu Iluminada dessa sexta-feira verão o espetáculo em primeira mão. As saídas acontecem na sexta e no sábado, às 19h, e têm duas horas de duração.

Essa é a terceira vez no ano que estruturas da Itaipu ficam azuis. A usina já mostrou sua adesão ao movimento da Síndrome do X Frágil, em junho, e à campanha Coração Azul, contra o tráfico de pessoas, em julho.

“Isso não é apenas um simbolismo, é uma forma de chamar a atenção da população para problemas de saúde que podem ser prevenidos ou tratados com cuidados rotineiros”.

afirmou o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira.

O câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas. Quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Por isso, ainda mais em uma empresa em que grande parte dos colaboradores é do sexo masculino, toda estratégia é válida para reforçar a importância de realizar exames preventivos e ter hábitos saudáveis.

As principais formas de detectar a doença são os exames de toque retal e de PSA (antígeno prostático específico). Com o diagnóstico precoce, os tratamentos são menos invasivos e as chances de cura, maiores. Recomenda-se que homens a partir dos 50 anos (ou 45, para quem tem algum fator de risco, como histórico familiar), mesmo que não apresentem nenhum tipo de sintoma, procurem o urologista anualmente.

Comentários

Deixe a sua opinião