Colégio Sesi Internacional - display portal

No início de dezembro de 2020 a 100fronteiras, juntamente com os demais veículos de comunicação do Paraná, ficou entre as finalistas do 1º Prêmio Faciap de Jornalismo, que tem o objetivo de premiar jornalistas e veículos de comunicação paranaenses que publicaram reportagens no período de 20 de novembro de 2019 a 20 de novembro de 2020. 

E hoje, 21, foi realizada a solenidade de entrega dos premiados, que concorreram em cinco categorias: Impresso (jornal e revista); Televisão, Rádio, Internet e uma categoria destinada aos profissionais que trabalham para o Sistema Faciap.

A solenidade de entrega das premiações foi às 10 horas, no Hotel Rayon, em Curitiba, juntamente com a posse da nova diretoria da Faciap (Federação das Associações Comerciais do Paraná).

Por conta da pandemia, a solenidade também foi transmitida virtualmente e a jornalista da 100fronteiras, Patrícia Buche, participou de forma on-line via zoom. A transmissão também foi aberta ao público pelo Facebook e Youtube da Faciap.

“Os jornalista são responsáveis por levar informações até vocês. Dedicam seu talento a boa reportagem, levando informações valiosas a todos os cidadãos paranaenses, por meio do jornal impresso, revista, rádio, tv, internet, ou do veículo de comunicação das associações comerciais”, destacou a cerimonialista Maria Inês Guiné.

Primeiro Lugar

Com o início da solenidade de entrega das premiações a primeira categoria foi a impressa.

Em terceiro lugar ficou a jornalista Katna Baran, da Folha de S. Paulo/Curitiba, com a reportagem “No PR, mulher eleva em 30% produção de cafés especiais”.

Em segundo lugar o jornalista Anderson Flávio Gonçalves, do Jornal Gazeta do Povo, com a reportagem “Vida nova nos bairros”.

E a jornalista Patrícia Buche conquistou o primeiro lugar com a reportagem Ecossistema de Inovação em Foz do Iguaçu, conquistando o troféu de primeiro lugar, certificado e R$ 5 mil reais.

Confira o momento da entrega do prêmio à jornalista Patrícia Buche.

“Ainda estou meio anestesiada. É um sentimento de muita emoção e gratidão poder participar do 1º Prêmio Faciap de Jornalismo e conquistar o primeiro lugar concorrendo ao lado de grandes veículos de comunicação do Paraná. A revista 100fronteiras carrega em sua bagagem diversos prêmios de jornalismo paranaense e eu me sinto muito grata por poder fazer parte desta história e ganhar pela primeira vez um prêmio como jornalista, profissão que amo”, relatou a jornalista Patrícia Buche.

 “O objetivo da Faciap com esse prêmio é valorizar os profissionais que produzem a boa reportagem, mostrando a realidade vivida pelos paranaenses. Com o tema Inovação no Mundo Empresarial, essa edição priorizou reportagens que envolvem estratégias, empreendedorismo, criatividade, e soluções inovadoras frente à pandemia e aos novos modelos de negócio”, explana a cerimonialista.

Sobre o Prêmio Faciap

A iniciativa do concurso partiu da Federação das Associações Comerciais do Paraná (Faciap). Contou com o apoio institucional do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor) e o patrocínio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE.

O tema escolhido para esse primeiro prêmio foi “Inovação no mundo empresarial”. Além disso puderam concorrer subtemas. Eram eles: gestão estratégica, empreendedorismo, criatividade e soluções inovadoras frente à pandemia; novos modelos de negócios (startups, e-commerce); marketing digital; compliance e Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD.

Como resultado, ao todo 74 reportagens concorreram ao prêmio de R$ 25 mil. 22 reportagens na categoria Impresso, 20 em Rádio, 6 em Televisão, 12 em Internet e 14 na categoria Sistema Faciap.

Igualmente, os trabalhos ficaram com a Comissão Julgadora, composta por experientes jornalistas e professores de jornalismo paranaenses.

Com isso, o primeiro lugar de cada categoria recebeu R$ 5 mil, além de troféus e certificados que serão entregues a todos os vencedores de segundo e terceiro lugar também.

Confira a lista dos ganhadores abaixo:

  • Anderson Flávio Gonçalves, do Jornal Gazeta do Povo, com a reportagem “Vida nova nos bairros”
  • Andréa Torrente, do jornal Gazeta do Povo, com a reportagem “Por que o investimento verde, raridade no Brasil, é o futuro da aplicação?”
  • Ari Ignácio de Lima, da TV Sudoeste, com a reportagem “Estudo e trabalho a distância com a pandemia”.
  • Camila Munhoz Maciel Stawinski, da Associação Com. de Maringá (Acim), com a reportagem “Um ambiente sadio para as gerações Y e Z.
  • Fernanda Bonomo Bertola, da Acim, com a reportagem “Volta aos escritórios mistura trabalho remoto e presencial”.
  • Francielly Azevedo, Rádio CBN-Curitiba, com a reportagem “Inovações do Comércio na Pandemia”.
  • Giovanna Palaoro, da Rádio Paraná Educativa, com a reportagem “A Indústria contra o Coronavirus”.
  • Katna Baran – Agrofolha/Curitiba, com a reportagem “No PR, mulher eleva em 30% produção de cafés especiais”.
  • Lorena Malucelli Pelanda – Rádio BandNews, com a reportagem “O consumo durante as festas de fim de ano em meio Pandemia”.
  • Mariana Kojunski – TV Naipi, Foz do Iguaçu, com a reportagem “Pandemia e a atualização do empreendedor”.
  • Patrícia Buche – Revista 100Fronteiras, com a reportagem “Ecossistema de Inovação em Foz do Iguaçu”.
  • Rebeca Branco – TV RIC-Oeste, com a reportagem: “Ideias Inovadoras na Indústria com a pandemia”.
  • Rejane Martins Pires – Revista Aldeia, Cascavel-PR, “Biopark – Por que você ainda não está lá?”
  • Rosângela Cristini Gris – Acim, Maringá, com a reportagem “Sem tempo para a crise”.
  • Sharon Jeanini Abdalla, Gazeta do Povo, com a reportagem “Nova solução de conforto acústico é criada a partir de fungos por startup e designers”

Comentários

4 Comentários

Deixe a sua opinião