Search

Foz do Iguaçu se inunda de solidariedade diante da pandemia

De repente a cidade se viu em meio a uma epidemia, mas não de coronavírus, e sim de amor e solidariedade. Com os decretos municipais, estaduais e nacionais de fechamento de fronteira, comércios e pontos turísticos, as pessoas passaram a ficar em casa, em isolamento social, para evitar que o vírus circule. Nessa, estão também os idosos, considerados o principal grupo de risco do coronavírus, que não devem sair de casa de jeito nenhum. E foi no meio desse cenário que as pessoas começaram a se ajudar.

Divulgações nas redes sociais, seja em perfis particulares ou grupos de Facebook, apareceram de forma intensa e em poucas horas a rede de solidariedade em Foz do Iguaçu cresceu. Por isso, a 100fronteiras decidiu divulgar essas ações como forma de atrair ainda mais pessoas a essa corrente de amor. Então, se você deseja ajudar também ou divulgar as pessoas que estão ajudando neste momento, deixe um comentário abaixo, pois a matéria será atualizada frequentemente. Essa é a oportunidade de nos unirmos, mesmo com a distância física, e mostrarmos por que Foz do Iguaçu é considerada uma cidade cosmopolita e amiga.

Gabriela de Sá: “Moro em Foz do Iguaçu, no bairro Vila Yolanda, e se você tem mais de 60 anos e mora aqui por essa região, e não tem ninguém da família que possa te ajudar, eu me ofereço para ir 1x por semana pra você ao mercado, é só fazer uma listinha, já que não faço parte da classe de risco. Não cobrarei nada por isso, meu Whats é (45) 99121-0613, ou pode me ligar mesmo! Só não saia de casa, isso vai passar se todos nós tivermos cautela. Posso buscar seus remédios na farmácia e no posto também! Se você souber de alguém que precise de ajuda, e não tem redes sociais, mas tem contato com eles, me avise! É só me procurar”!

Camila Firmiano: “Estou dedicando gratuitamente algumas horas do meu dia para atender de forma on-line algumas pessoas que precisem de orientação pessoal e empresarial para seus negócios neste período de incertezas e impacto mundial nas relações e na economia. É hora de ajustes, de se reinventar e buscarmos alguma preparação para os meses seguintes. Pensando na coletividade, minha intenção é contribuir para que você tome as melhores decisões possíveis. Me solidarizo com todos neste momento e me coloco à disposição para apoiar quem desejar através do meu conhecimento em desenvolvimento humano, empreendedorismo, liderança e negócios. Deixo aqui aberto meu canal de comunicação para você ou para alguém que você queira repassar. Farei o possível para atender a todos que fizerem contato. Vamos aproveitar este momento com inteligência e estratégia. Nosso país e muitas famílias dependem das empresas e empreendedores. Muitas pessoas estão se sentindo perdidas em meio a toda esta questão, e é hora de unirmos forças para gerarmos toda melhoria que pudermos! Sou Trainer/Master Coach e meus contatos são: Instagram: @camila.firmiano e WhatsApp: (45) 99928-6273”. 

Elias Silva: “Sou Técnico em Enfermagem, moro em Três Lagoas. Estou disponível caso alguém que esteja no grupo de riscos (idosos, diabéticos, hipertensos, imunocomprometidos, etc.) e que precisem de ajuda para medicação, curativos e tudo que eu possa fazer dentro, é claro, da minha profissão pra ajudar sem custo e que esteja próximo da região que moro. Aproveito para pedir que não vá a hospitais se não for em casos que realmente houver necessidade, isso evitará a propagação do vírus e ajudará para que não haja superlotação desnecessária em tais locais. Colegas que queiram participar sejam bem-vindos. Meu contato para ajudar aqueles que realmente precisam é 99803-0264”.

Paula Silva: “Sou do bairro Três Lagoas, em Foz, e se você tem mais de 60 anos e mora aqui por essa região, e não tem ninguém da família que possa te ajudar, eu me ofereço para ir ao mercado pra você uma vez por semana, já que não faço parte da classe de risco. Não cobrarei nada por isso. Posso buscar seus remédios na farmácia e no posto também, e se você souber de alguém que precise de ajuda, e não tem redes sociais, mas tem contato com eles, me avise! Meu Whats é (45) 99991-2738 ou se preferir pode me ligar! Estou à disposição para ajudar”.

Bruna Poltis: “Moro em Foz do Iguaçu, no Jardim Petrópolis, e caso você tenha mais que 70 anos, me disponibilizo a 1x por semana fazer suas compras no supermercado (já que não faço parte da classe de risco) e moro perto de mercados, farmácias etc. Não cobrarei nada por isso, é só fazer uma listinha, e eu busco para o(a) senhor(a), assim como entrego remédios. Caso você tenha algum idoso por aqui e você está longe, me chame e faremos o possível para auxiliar. Meu contato pra Whats e ligação é (45) 99948-6212”.

Renan Temp: “Pra você que é AUTÔNOMO e esta preocupado com o que pode ocorrer nesta crise, divulgue aqui nos comentários seu ofício GRATUITAMENTE, assim poderemos todos nos ajudar melhor.
Apenas descreva o nome da sua empresa e no seu próprio perfil deixe um post descrevendo detalhes, caso necessário.
Juntos, vamos superar esse grande desafio”. Contato via facebook: @renantemp

 

 

Participe da comunidade 100fronteiras. Apoie o jornalismo local!

Apoiando o jornalismo local, você valoriza a sua cidade, seu estado e seu país.

Nossa equipe está diariamente trazendo notícias da Tríplice Fronteira, apresentando novos lugares, com isso você receberá conteúdos exclusivos e brindes.

Participe já do nosso grupo do WhatsApp ou interaja em nosso Telegram.

Nos encontramos lá, até mais!

 

Participe da Comunidade 100fronteiras

Os membros nos ajudam a fazer as coisas que amamos, como conectá-lo a comunidade trinacional e mantê-lo atualizado. Junte-se a 100fronteiras para apoiar o nosso trabalho.



Deixe um comentário e participe da Comunidade 100fronteiras