Colégio Sesi Internacional - display portal

Apesar da previsão de chuva para alguns dias do feriadão da Padroeira, que vai de 9 a 12 de outubro, o Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, espera um movimento bom no período. São esperados que 8 mil visitantes passem pelo atrativo nesses quatro dias.

E para melhor atender os turistas, o Parque abrirá das 8h30 às 17h durante todos os dias do feriado, incluindo a segunda-feira, dia 11. O dia de maior movimento, de acordo com as vendas antecipadas, será o domingo, dia 10.

De acordo com Luciana Leite, diretora de engajamento e sustentabilidade do Parque das Aves, o atrativo está preparado para receber os visitantes neste momento de aumento da demanda.

“Estamos ansiosos para receber visitantes de todo o Brasil, que poderão conhecer a nossa Mata Atlântica e diversas espécies de aves aqui no Parque das Aves. O Parque está muito lindo, com trilhas amplas e ao ar livre, e as novidades vão encantar pessoas de todas as idades”, comenta Luciana.

E as crianças vão poder aproveitar o feriado, que é delas também.

“Para celebrar o Dia das Crianças, o Parque, um atrativo tão amado por famílias, proporcionará um encontro especial dos pequenos visitantes com um personagem fantasiado de papagaio-chauá, uma espécie ameaçada de Mata Atlântica e muito carismática. Famílias poderão tirar fotos com o papagaio de proporções humanas, levando ainda mais uma lembrança especial para casa”, reforça Luciana.

Restaurante em meio à Mata Atlântica

Já no começo da trilha do Parque das Aves, o visitante encontra o Restaurante Sabores da Floresta, em frente ao Lago dos Flamingos. São opções de pratos a la carte, lanches e várias porções, muitos temperados com plantas silvestres, com opções vegetarianas e veganas, além de sucos com frutas da estação e chopp artesanal.

“Muitas hortaliças, temperos e PANCs que utilizamos nos pratos são cultivados com muito amor e carinho aqui no Parque das Aves mesmo, em nossa horta. O restante é comprado de produtores locais. E priorizamos frutas e verduras da estação, além de produtos de origem vegetal, apesar de ainda ter opções com carne no cardápio. Nosso foco é atender o visitante da melhor forma possível, mas também incentivá-lo a experimentar pratos diferenciados, criando hábitos saudáveis que ajudem o meio ambiente”, comenta Luciana.

Além do restaurante, na mesma área foi aberto um ponto para venda de bebidas durante o feriado. Ali, o visitante pode encontrar o chopp artesanal geladinho, além de água, refrigerante e picolés.

parque-das-aves-foz
Personagem do papagaio-chauá vai alegrar as crianças durante o feriado. Foto: Assessoria.

Proximidade com a fauna e flora

O grande diferencial do Parque das Aves são seus cinco viveiros de imersão, onde é possível ficar próximo de várias espécies de aves. Além disso, o visitante pode alimentar periquitos resgatados de tráfico de animais no Viveiro Cecropia e ainda assistir a alimentação das araras no Viveiro das Araras.

“No feriado, a experiência de alimentação de periquitos terá seu horário ampliado e acontecerá das 9h às 17h30, no Viveiro Cecropia. O ingresso dessa experiência custa apenas R$ 10 por pessoa e pode ser adquirido na nossa bilheteria ou direto no próprio viveiro. Já a alimentação das araras pode ser acompanhada às 10h30, 14h e 15h30 no Viveiro das Araras. Ambas as experiências são imperdíveis”, reforça Luciana.

Ao longo da trilha, o visitante tem contato com várias espécies de aves da Mata Atlântica, e pode conhecer mais sobre o trabalho de resgate, abrigo e conservação de espécies realizado pelo Parque das Aves.

Além de placas espalhadas ao longo do trajeto, educadores ambientais altamente capacitados estão à disposição para tirar todas as dúvidas dos visitantes ao longo de toda a trilha.

“Sugerimos a visita ao final da manhã, quando as aves estão bem ativas, e os visitantes podem finalizar o passeio com um almoço diferenciado no nosso restaurante. E para os que amam fotografia e estão atrás dos melhores cliques, a luz do final da tarde deixa o nosso Parque e os nossos animais ainda mais bonitos”, comenta Luciana, bióloga e amante da fotografia de natureza.

Contato com a natureza com segurança

Por ser um ambiente totalmente aberto e arejado em meio a um importante remanescente da Mata Atlântica, o Parque das Aves já oferece muita segurança a seus visitantes.

“O contato com a natureza, de maneira segura e responsável, contribui para a melhoria  da nossa saúde física e mental. Neste momento, a proximidade com outras espécies tem um valor ainda maior, e o Parque das Aves proporciona um passeio muito seguro e prazeroso ao ar livre”, comenta Luciana.

Dentre as medidas de segurança adotadas pelo parque estão a disponibilização de álcool em gel durante toda a trilha de visitação, incentivo do distanciamento físico e uso obrigatório de máscaras durante toda a visita, inclusive para tirar fotos.

“Apenas as crianças até 5 anos não têm obrigatoriedade no uso de máscara, segundo a OMS. Mas, a partir de 6 anos, o uso da máscara é  obrigatório e ela deve estar bem posicionada sobre a boca e nariz do visitante durante todo o tempo de visita. Nas áreas de restaurante, as mesas estão bem distanciadas, assim o turista pode aproveitar seu lanche ou bebida em segurança”, acrescenta Luciana.

Compra de ingressos

O atrativo recomenda que os visitantes comprem seus ingressos online, com antecedência, para visitar o Parque das Aves, evitando assim filas e a falta de disponibilidade no dia da visita, principalmente no domingo, dia 10 de outubro, quando a procura vai ser muito maior.

“Oferecemos um número limitado de ingressos por hora, tendo em consideração uma quantidade máxima de pessoas entrando no Parque ao mesmo tempo. Assim conseguimos oferecer um ambiente tranquilo e seguro para colaboradores e visitantes”, finaliza Luciana.

Serviço:

Comentários

Deixe a sua opinião