Na quinta-feira, 19 de janeiro, o reitor da UNILA, professor Gleisson Brito, participou de reunião em Brasília entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e lideranças de instituições federais de ensino superior. Mais de 100 reitores de universidades e institutos federais estiveram presentes no encontro, que aconteceu no Palácio do Planalto. Também estiveram presentes os ministros Camilo Santana (Educação), Luciana Santos (Ciência, Tecnologia e Inovação), Rui Costa (Chefe da Casa Civil) e Márcio Macêdo (Secretário-Geral da Presidência).

“Todos os discursos convergiram para a necessidade de valorizar a educação no Brasil, desde a educação básica até o ensino superior”, disse Brito. “É um momento que reacende a esperança para o futuro. Temos grandes expectativas para o que está por vir, principalmente porque estamos saindo de um período em que as universidades tinham pouco acesso ao nível superior do governo federal.”

Após o encontro, Brito convidou pessoalmente o presidente Lula para participar da solenidade de abertura do ano letivo de 2023. Ele também apresentou ao Ministro da Educação um relatório mostrando as conquistas da UNILA em seus 13 anos e os desafios futuros, incluindo a necessidade de mais cargos docentes e melhorias na infraestrutura.

Encontros anuais

O presidente Lula reafirmou seu compromisso de retomar encontros anuais com dirigentes de universidades e institutos federais durante o encontro com os reitores. Ele enfatizou a importância de uma relação próxima entre o Governo Federal e as instituições de ensino superior para direcionar esforços e investimentos efetivos no desenvolvimento da educação no Brasil. Também destacou a importância da autonomia das instituições federais e afirmou que respeitaria e nomearia os reitores escolhidos pela comunidade acadêmica.

Reitor entregou ao ministro da Educação um relatório que mostra as conquistas que a UNILA alcançou em seus 13 anos
Reitor entregou ao ministro da Educação um relatório que mostra as conquistas que a UNILA alcançou em seus 13 anos.

Ampliação da oferta de vagas e reajuste de bolsas

O ministro Camilo Santana se comprometeu a investir na educação brasileira e trabalhar para aumentar a oferta de vagas e valorizar o ensino superior no país. Ele destacou a necessidade de retomar os investimentos em programas como ProUni, FIES e fortalecer as universidades para garantir a evolução da educação pública. Além disso, ele anunciou que haverá reajuste nas bolsas da Capes e CNPq, que não ocorrem desde 2013, e que os novos valores serão anunciados este mês.

Universidades à serviço do Brasil

O evento contou com a presença de reitores convidados e da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes). O reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e presidente da Andifes, Ricardo Marcelo Fonseca, destacou a importância de ter sido recebido pelo presidente logo no primeiro mês de gestão e agradeceu o gesto simbólico.

ncontro reuniu mais de 100 reitores, além do presidente da República e ministros.
Encontro reuniu mais de 100 reitores, além do presidente da República e ministros.

Ele também mencionou que durante os últimos quatro anos, as universidades federais e os reitores foram maltratados e alijados do seu papel principal, que é estar a serviço do país nos projetos de desenvolvimento nacional. Ele afirmou que o conjunto das universidades federais está disposto a colaborar com o governo para estar a serviço do Brasil.

Fonte: Assessoria Unila (Com informações e fotos do Palácio do Planalto)

Comentários

Deixe a sua opinião