Um dos objetivos de toda instituição pública de ensino e pesquisa é o de compartilhar o conhecimento produzido com a comunidade.

Em tempos em que boa parte da população conta com um celular com acesso à internet, alunos e professores da UNILA estão levando as discussões e resultados de projetos de ensino, pesquisa e extensão para portais na internet e perfis nas redes sociais.

O movimento ganhou bastante força a partir de 2020, quando todas as atividades da Universidade migraram para o ambiente digital por conta da pandemia de Covid-19. Em 2021, um levantamento conduzido pela Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) mostrou que 93,3% dos projetos de extensão estavam realizando suas atividades em alguma plataforma virtual.

Passado o período de exigência de isolamento físico, os pesquisadores viram na presença virtual uma forma de atingir os moradores da comunidade trinacional, onde a UNILA está inserida – e também de outros locais da América Latina.

UNILA
Foto: Divulgação.

Confira algumas das iniciativas com presença nas mídias sociais:

Direito e Deveres na Medicina
Projeto da disciplina de Metodologia Científica, o “Direito e Deveres na Medicina” está no Instagram (@dir_devmed) e no Twitter (@dir_devmed). O objetivo é divulgar informações sobre Ciência, Medicina e Direito. Os conteúdos são produzidos por acadêmicos do curso e são divulgados às terças e quintas-feiras. Recentemente, foi divulgado um vídeo que aborda as conexões entre o SUS, direitos constitucionais, medicina e ciência.

Bota a Cara no SUS
O projeto Bota a Cara no SUS (Instagram @botaacaranosus) objetiva promover, visibilizar e divulgar informações a respeito das especificidades em saúde da comunidade LGBTQIA+ em Foz do Iguaçu. Além da divulgação de conteúdos nas mídias sociais, o projeto quer fomentar debates, atividades, capacitações, encontros e relações pessoais e institucionais em torno do acesso, acolhimento e atendimento da diversidade na rede pública de saúde.

Aracnídeos do Quintal
O projeto Aracnídeos no Quintal (Instagram @aracnideosdoquintal) visa oferecer à comunidade o conhecimento necessário para que sejam capazes de diferenciar as espécies perigosas de aracnídeos e saibam proceder corretamente caso ocorra um acidente, através das apresentações ministradas por profissionais renomados que estudam esses animais. O projeto também promove o ciclo de palestras “Aranhas e escorpiões: Importância ecológica, médica, acidentes e prevenção”, com transmissão via Youtube.

Ecologia e Saúde

O projeto “Ecologia e saúde” tem o objetivo de promover a utilização de protocolos de ciência cidadã para monitoramento da dengue. Por meio do site ecologiaesaude.com/ e do Instagram @ecologiaesaude, o projeto divulga informações de cunho científico sobre a dengue e demais arboviroses associadas aos mosquitos do gênero Aedes. Os conteúdos envolvem três projetos de extensão da UNILA: “Ecologia e saúde: ciência cidadã para monitoramento da dengue”; “Conhecendo o Aedes aegypti e Aedes albopictus, os mosquitos dos vários vírus”; e “Jornal Ciências na Escola”. A equipe é formada por estudantes e professores da UNILA, dos cursos de Biotecnologia, Ciências Biológicas, Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar, e Medicina.

Clube da Evolução
O Clube da Evolução da UNILA é um projeto de extensão que busca realizar divulgação científica sobre a Evolução Biológica, através da integração da extensão com o ensino e pesquisa. Deste modo, pretende-se divulgar a teoria da Evolução a diferentes públicos, incluindo o não especializado, e aproximar a ciência e a universidade do ensino básico e da comunidade em geral. Além da presença nas mídias sociais, o projeto mantém uma coleção didática de Paleontologia na UNILA. O Instagram é @clubedaevolucao_unila

Escola Divulga Ciências
No Instagram @escoladivulgaciencias, integrantes do projeto “Escola Divulga Ciências” veiculam o andamento das oficinas e as atividades realizadas. A iniciativa visa colaborar com a formação de jovens leitores de ciência e difundir, nas escolas, as pesquisas feitas no Brasil. O público-alvo do projeto são os estudantes do sétimo ao nono ano do ensino fundamental.

Integração da Ciência e Principia Podcast
Portal feito por alunos do Curso de Engenharia Física para a divulgação da UNILA com foco na ciência em geral. Além de posts sobre ciência e educação, os estudantes produzem um podcast entrevistando outros alunos, além de professores e pesquisadores da Universidade. O Integração da Ciência nasceu em 2019, como uma atividade da disciplina de Empreendedorismo, do curso de Engenharia Física. Os estudantes foram desafiados a desenvolver um projeto de mercado para redes sociais, com foco na divulgação científica. 

Desplastifique-se
“Desplastifique-se” é um projeto de extensão da UNILA que discute o desenvolvimento sustentável de uma perspectiva interdisciplinar, educativa, cultural, científica e política. Nas redes sociais do projeto (Instagram @desplastifique.unila), são divulgadas formas de reduzir o consumo de plásticos, como substituí-lo, onde e como realizar o descarte adequado. O projeto também conta com um aplicativo, criado por um grupo de estudantes da UNILA, para auxiliar as pessoas a entenderem o ciclo do plástico e os danos que esse material causa no meio ambiente.

Microlândia
A maioria das pessoas tem a ideia errada de que todos os micro-organismos são prejudiciais, especialmente porque pouco se sabe sobre quem são, como vivem e quais suas funções. Pensando nisso, o projeto de extensão “Microlândia” explora o território microbiano em todas as suas vertentes, como na área da saúde, meio ambiente, industrial, biotecnologia e sociedade. Os discentes dos cursos de Ciências Biológicas e Biotecnologia são responsáveis pela elaboração dos materiais e atividades que são divulgadas no Instagram @microlandia_unila/. Além das ações na rede social, o projeto vai promover atividades presenciais em feiras e eventos, sempre com o objetivo de divulgação científica e evolução social.

Blog de História da UNILA
O Blog de Historia da UNILA (unilahistoria.blogspot.com/) é voltado a discutir e desvelar as etapas e operações do conhecimento histórico, da identificação de uma fonte à elaboração de proposições históricas. O blog compartilha, semanalmente, textos que abordam temáticas do universo historiográfico.

Ciclo de Literatura Latino-Americana Comparada
canal do Youtube do Ciclo de Literatura Latino-Americana Comparada reúne entrevistas, palestras e mesas-redondas com escritores, professores, estudantes e pesquisadores que apresentam produção de referência em suas áreas de conhecimento. Os espectadores têm a oportunidade de conhecer novas perspectivas artísticas, teóricas, críticas e metodológicas sobre a arte e a cultura latino-americana, como também aprofundar debates estéticos, epistemológicos e metodológicos sobre as diferentes dimensões que envolvem os fenômenos literários, estéticos e culturais do continente.

Obiesur e La Espada
O instagram @Obiesur divulga o Observatório da Integração Econômica da América do Sul e a Revista La Espada, uma publicação de articulação de intelectuais “comprometidos com a construção de Pátrias livres e soberanas na Nossa América”. Desde 2012, a revista La Espada já conta com 26 números publicados. Todos estão disponíveis no site da UNILA. As dezenas de autores acumulam experiências diferentes e complementares, que vão desde as primeiras pesquisas no âmbito da formação acadêmica até o exercício de funções de alto escalão no serviço público e na diplomacia, passando pela docência universitária, pelo intercâmbio internacional e a militância política.

Educom Guarani
O portal educomguarani.com reúne material audiovisual produzido nas oficinas formativas do projeto de extensão, que foram realizadas na região Oeste do Paraná. O objetivo é promover a língua e a cultura Guarani e outras culturas indígenas e, assim, obter reconhecimento. Desde o início do projeto de extensão, em 2018, são realizadas formações de docentes de língua-cultura guarani das escolas e comunidades indígenas das Tekoha (aldeias). Com orientação de estudantes e professores da UNILA, os próprios integrantes das comunidades gravaram as aulas e cerimônias espirituais que aconteceram nas Tekoha. Essas gravações e as ferramentas de comunicação que foram orientadas têm o objetivo de auxiliar no processo pedagógico da comunidade.



Comentários

Deixe a sua opinião