Foi a primeira vez que uma homenagem voltada aos pedagogos foi realizada, o Núcleo Regional de Educação de Foz organizou um café da manhã, com o objetivo de dizer um “muito obrigado” aos pedagogos pelos seus esforços durante esses dois anos atípicos.

A decisão em equipe, de realizar a homenagem aos pedagogos da rede estadual, foi no sentido de valorizar o profissional que está à frente da educação, principalmente na pandemia, onde os trabalhos foram redobrados, fazendo o possível e impossível para tudo dar certo.

“Percebemos que esse profissional não era muito citado e que merecia um reconhecimento, e assim decidimos fazer a homenagem a todos os pedagogos, o Gil Buffet concedeu o espaço para fazer o café da manhã”.

Disse Fátima Silva.  

Todos se mobilizaram para o movimento, tanto na parceria para o espaço, quanto para ajuda financeira.

“O que mais temos nesse momento é um sentimento de gratidão, a todo o trabalho e dedicação dos pedagogos para a escola nesses últimos 2 anos.”

Continua Fátima.

No café da manhã, estavam em torno de 250 pessoas, todos os pedagogos da rede estadual de Foz do Iguaçu foram convidados.

Fotos: Divulgação.

Nádia Maria Sartoretto Sales, coordenadora pedagógica do Núcleo Regional de Educação, conta que a organização toda foi feita em segredo. A princípio a manhã seria de formação, e não uma confraternização. A “desculpa” da localização ser no Gil Buffet é por ter sido o único espaço a comportar o número de pedagogos que participariam da formação.

E de fato, a manhã de terça-feira começou com Nádia passando os encaminhamentos de fim de ano, explicando como seria os trabalhos e como os registros deveriam ser feitos. Então cada pedagogo recebeu um documento de como deveriam fazer o fechamento do ano. Mas dentro do envelope, ao invés das instruções, havia uma carta dos diretores para cada pedagogo.

No momento em que os pedagogos receberam a carta, uma aluna que estava presente começou a tocar violino, então enquanto os pedagogos liam as cartas dos diretores, a trilha sonora deixava o ambiente emocionante.

Fiquei muito feliz com o evento, pois foi um momento de reencontro com os profissionais que realizaram um trabalho incansável durante a pandemia. Senti que o trabalho prestado pelos pedagogos foi reconhecido pelo Núcleo, proporcionando uma manhã agradável, com poesia, música clássica e um delicioso café da manhã. Toda equipe organizadora e patrocinadores estão de parabéns pelo evento, foi muito especial.

Diz Maria Tereza Francoso, pedagoga do Colégio Estadual Cívico-Militar Tarquínio Santos.

E só então, os pedagogos entenderam que estavam em um momento de homenagem. Em seguida a Chefe do Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu, Silvana Garcia Andre, discursou, agradecendo aos pedagogos por todo o trabalho realizado.

Homenagem aos pedagogos de Foz do Iguaçu
Chefe do Núcleo Regional de Educação de Foz do Iguaçu, Silvana Garcia Andre.

Nesta data, todas as pedagogas da escola foram convocadas e inscritas para o que seria um momento de formação para encaminhamentos finais do ano letivo. Não imaginávamos o que estava sendo preparado para nós, foi uma grata surpresa. Recebemos uma linda homenagem, uma carta que foi delicadamente escrita pelos nossos pares da escola e nos tocou profundamente… Foi e está sendo um ano muito difícil para os trabalhadores da educação e esse carinho fez a diferença no nosso dia!

Equipe pedagógica do 5º Colégio da Polícia Militar.

O Secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, também homenageou os pedagogos, através de um vídeo. Uma retrospectiva com fotos tiradas durante o ano também fez parte da manhã de emoções.

“Ficamos muito felizes com a possibilidade de proporcionar a eles esse momento, os pedagogos nunca tiveram isso.”

Finaliza Nádia, coordenadora pedagógica do Núcleo Regional de Educação.

Foram anos difíceis, tudo mudou, e nas escolas não foi diferente, o ano de 2020 foi praticamente apenas com aulas remotas, e 2021 no formato híbrido, as aulas presenciais voltaram apenas em setembro. Foi um período árduo na missão de ensinar.

O pedagogo é o profissional que está envolvido com toda a escola, e neste período o trabalho deles foi ainda mais pesado pois assumiram a responsabilidade de fazer na escola aquilo que os professores não podiam fazer, pois não estavam presentes.

Conheça a coordenadora pedagógica do Núcleo Regional de Educação

Nádia Maria Sartoretto Sales está no cargo desde 2017, é uma função que coordena todas as ações pedagógicas que acontecem nas escolas estaduais, e isso traz uma grande responsabilidade, que é desenvolvida com excelência graças a equipe que abraça as possibilidades.

A coordenadora tem 63 anos e uma vasta experiência na área, afinal são 38 anos de trabalho.

“Posso dizer que a gente só consegue chegar nessa idade com esse tempo de serviço porque sempre procuramos trabalhar com uma equipe que assume as responsabilidades e compromissos para que o trabalho seja feito com leveza e amor.”

Nádia coordenadora pedagogica do Núcleo Regional de Educação
Nádia Maria Sartoretto Sales.

Nádia é pedagoga, antes de ir para o Núcleo, ficou 12 anos na direção do CEEBJA.

Desde menina já mostrava indícios nas brincadeiras e lideranças de escola que sua vida seria na área da educação. Nádia veio de Seara, Santa Catarina, está em Foz desde 86.

“Quando a gente vem pra cá dificilmente vai embora, podemos sair daqui, mas Foz não sai da gente, essa é a nossa cidade, que aprendemos a gostar.”

Para a entrevista, Nádia trouxe a Fátima, que faz parte da equipe pedagógica.

Fatima é professora de língua portuguesa, sua trajetória é sala de aula, e desde criança sempre gostou de ensinar.

“Sempre tive meu público, os cachorrinhos, as bonecas, sempre gostei de ensinar”.

Fátima viu no Núcleo Regional de Educação uma oportunidade de contribuir com as escolas, ela conta que houve uma grande aproximação entre as escolas e o Núcleo, e isso melhora a qualidade da educação.

“Gosto muito do que faço.”

Fátima da Silva equipe pedagógica
campanha-itaipu-janeiro-2022

Comentários

Deixe a sua opinião