A Associação dos Revendedores de Veículos do Paraná – Assovepar, divulgou os dados de fechamento das vendas em 2021, que constatam crescimento de 14% em relação a 2020, com a comercialização de 1.262.183 unidades contra 1.103.303 unidades em 2020.

E, se comparado a 2019, ano anterior à pandemia, o crescimento também foi positivo em 9%. Os dados são baseados no relatório da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores – FENAUTO.

De acordo com o presidente da Assovepar, lojista César Lançoni, o resultado foi positivo para o setor.

“Para o comércio de veículos seminovos e usados, o momento foi favorável. Além do tradicional comprador de carro seminovo e usado, observamos a migração do consumidor do zero quilometro atraído por conta da escassez do zero no mercado”, observa.

Lançoni ressalta que a expectativa do mercado é que comece a haver uma leve estabilização na disponibilização de carros novos, o que também se faz necessário para aumentar a oferta de usados nas revendas.

“O cenário para 2022 continua positivo para o comércio de veículos usados, por conta da recuperação gradual da economia e a estabilização dos preços e juros. Também, esperamos que a oferta de novos cresça gradativamente, para que possamos ter mais facilidade na aquisição de carros seminovos para ofertar aos consumidores”, destaca.

Nacional

De acordo com a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores – FENAUTO, entidade que representa o setor de lojistas multimarcas de veículos seminovos e usados, divulgou suas estatísticas revelando que, em 2021, o total de carros comercializados no país foi de 15.106.724 unidades, resultado 17,8% superior ao verificado em 2020.

Comparando-se o resultado de 2021 com o de 2019, ano sem pandemia, o setor obteve um resultado positivo de 3,5%. Somente no mês de dezembro deste ano foram comercializados 1.201.600 veículos, contra 1.165.436, em novembro, resultado 3,1% positivo superior.

Comentários

Deixe a sua opinião