Onde encontro o edital?

No site do PTI, através deste link. No site também é possível encontrar outros dois editais que estão em andamento e fazem parte do Programa Acelera Foz.

Quem pode participar do edital de Integração Universidade e Empresa, que faz parte do Programa Acelera Foz?

Alunos de pós-graduação e alunos de graduação a partir do 2º ano ou 2º semestre para cursos em tecnologia.

Quem serão os envolvidos neste projeto?

Bolsista: aluno matriculado nos cursos de pós-graduação e graduação nas universidades participantes.

Orientados (IES): aquele que auxiliará na avaliação dos projetos e que será o orientador do bolsista.

Supervisor (Empresa): Aquele que vai receber, ambientar e apoiar o bolsista. Além de acompanhar e supervisionar o bolsista, revisar e enviar relatórios e apresentar as entregas e informações do projeto.

Quais são as universidades parceiras desse programa?

São oito instituições parceiras. Cesufoz, UniAmérica, Unioeste, Instituto Federal do Paraná, Unila, UDC Centro e UDC Monjolo e Unifoz. Todas com sede em Foz do Iguaçu.

Qual o tempo de duração do curso?

O curso será de até nove meses.

Qual o custo da bolsa e quem irá pagar?

Será de R$800 sendo que 10% do valor será pago pela empresa e 90% pelo PTI.

Onde serão as aulas?

Tanto na empresa, quanto na universidade ou home-office.

Quais documentos são importantes nesse processo?

Para participar as empresas e IES deverão estar a par do edital; Anexo I que trata da proposta do projeto; Anexo II que tem a lista das IES participantes e Anexo III onde estará a seleção e indicação dos bolsistas. Essas e demais informações estão no site do PTI.

Qual a importância das Instituições de Ensino Superior (IES) nesse programa?

As universidades são de extrema importância para divulgar o edital e levantar os possíveis interessados. Além de interagir com as empresas e contribuir nas propostas, indicar os orientadores interessados e tirar dúvidas dos proponentes.

Quantas propostas por empresa?

Apenas uma proposta por empresa será aceitada.

Quantos bolsistas por empresa?

Será aceito até três bolsistas por empresa.

Como será a seleção dos bolsistas?

As IES deverão encaminhar o Anexo III, além de providenciar as cópias dos documentos dos bolsistas e orientador. Cada orientador poderá acompanhar até seis bolsistas e o método para os processos de seleção e indicação de alunos e orientadores pode ser próprio de cada instituição. Caso o bolsista tenha vínculo empregatício ou outra bolsa, receberá 60% do valor da bolsa. E não serão aceitos bolsistas já atuantes em projetos dentro do PTI.

Os critérios de avaliação levarão em conta a clareza e objetividade da proposta, o grau de inovação e impacto tecnológico, o perfil do supervisor, orientador e bolsista, grau de capacidade de execução da empresa, viabilidade técnica e viabilidade mercadológica e econômica.

Quem seleciona o ramo dos bolsistas são as empresas ou as IES?

Tanto a empresa pode decidir a partir de suas necessidades, como também a Universidade pode apresentar as possibilidades de atuação de alunos de distintos cursos para a criação da proposta e inovações.

Qual o prazo para a inscrição dos bolsistas?

Dia 02 de agosto será a data limite para a submissão das propostas. A divulgação dos aprovados será no dia 07 de agosto. A entrega de documentos e formalização será até o dia 12 de agosto. Os resultados serão no dia 15 e o inicio das atividades da proposta já no dia 20 de agosto.

Já o período para a realização das capacitações será de 01 de setembro de 2020 a 28 de fevereiro de 2021.

Todas as informações serão divulgadas pelo site http://www.pti.org.br e a comunicação oficial dos resultados será pelo email programa.iue@pti.org.br

Para mais informações sobre o Programa Acelera Foz acesse o site.

E-mail: programa.iue@pti.org.br
Telefone: (45) 3576-7184
Whatsapp: (45) 9 9103-9583

Participe da conversa

1 Comentário

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião