Ecomuseu de Itaipu abre as portas para comunidade na 3ª edição do “Ocupe o Museu”

255

Evento aberto à população será no dia 1º de dezembro. Estão previstas várias atividades gratuitas para toda a família. Participe dessa grande festa e inscreva-se para as oficinas.

O Ecomuseu de Itaipu promove no dia 1º de dezembro, das 16h às 20h, a 3ª edição do “Ocupe o Museu”, evento gratuito que abre as portas do espaço para a comunidade com uma programação repleta de atividades. Ao longo do dia haverá música, oficinas, exposições, feira orgânica de alimentos, atividades circenses, contação de histórias e muito mais nos jardins do Ecomuseu, que completou 31 anos em outubro. Serão oferecidas atividades como oficinas de arte e educação e de horta (veja a programação completa abaixo).

No dia do evento, o museu estará aberto para quem quiser conhecer a história da construção de Itaipu e do desenvolvimento da região, além de visitar as três exposições: “Poesia do movimento mecânico”, de Du Salzane; “Aovyta”, patrimônio têxtil do acervo do Museu de Itaipu Tierra Guaraní (PY); e “Sway”, de Lucas Cristalvo.

A feira de produtos orgânicos vai expor os alimentos de oito produtores rurais. Para bebês e crianças na primeira infância haverá uma sala com várias atividades sensoriais. Embora a inscrição não seja obrigatória, recomenda-se preencher o formulário para garantir vaga nas oficinas e ajudar no controle da organização. O link é https://webforms.pti.org.br/ocupeomuseu3

Entre as atividades culturais haverá o lançamento do gibi educativo “Turma do Planeta”, que mostra os personagens Pirá e Bufo levando dicas de economia de água e energia à garotada.

A Trupe Luz da Lua apresentará o espetáculo “Todo dia é dia de Circo”, com palhaços, malabares, música ao vivo, monociclos, acrobacias e tecido acrobático. A atividade é interativa com a plateia. Já o Grupo Kaburé Maracatu fará um cortejo interativo, que vai circular por todos os espaços do Ecomuseu e convidar os participantes do evento a aproveitarem a música.

“O objetivo é incentivar a economia criativa local e criar um espaço de lazer, cultura e entretenimento para a comunidade”, afirma Tamires Amâncio, da Divisão de Educação Ambiental (MAPE.CD) da Itaipu. “Queremos estimular a descoberta e a apropriação deste espaço não só pela população de Foz do Iguaçu, mas de toda a região trinacional”.

Ocupe

A ideia de “ocupar” o Ecomuseu nasceu em 2016, quando foi reconhecida a necessidade de aproximar a comunidade de Foz do Iguaçu e região à programação do espaço. O intuito é contemplar na programação a diversidade cultural da região e reforçar a importância do museu para o território do Oeste Paranaense.

A primeira edição ocorreu em setembro de 2016 e foi destinada apenas aos funcionários de Itaipu e seus familiares. Na edição de 2017, já aberta para toda comunidade, mais de mil pessoas participaram do evento.

Confira as atividades previstas no evento:

Oficinas

– Bonecos de cabaça.

– Aprender de si – yoga para pequenos

– Sapo faz bolha – reciclando garrafa pet

– Oficina de câmera escura: cinema na caixa!

– Bloquinhos de papel customizados

– Parede colaborativa

– Toque de maracatu

– Empoder[a(r)-te]

– Museu para brincar

– Maquiagem Artística

– Futuro da energia

– Horta

– Prática de Yoga

– Oficina Estação Ciência

– Oficinas de Circo

Contação de histórias

– É tudo invenção!, Jeane Hanauer

– O que é o maracatu?, Izabela Fernandes Souza

– Redescobrindo Monstros e Princesas, Yoná Castillo

 

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,5 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh. Em 2017, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 86,4% do Paraguai.




Deixe um comentário