No Paraná são um total de 9.976 casos. Em Foz do Iguaçu, a morte de uma mulher já foi confirmada, a primeira do ano de 2020 na cidade

A dengue não é novidade no país, pois já deixou grandes marcas, e atualmente o cenário epidêmico volta a aparecer. As autoridades já demonstraram preocupação, e cidades do estado de São Paulo, como Ribeirão Preto e Sorocaba, decretaram situação de epidemia.

Ao total em um mês tiveram 57,4 mil casos confirmados no Brasil, e o caso vem sendo de certa forma ignorado com o surgimento do novo coronavírus, que se tornou alerta mundial. Porém com número de casos muito semelhante, a dengue se encontra fortemente em nosso país. Segundo o último boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, a taxa de incidência é de 27,35 casos por 100 mil habitantes.

Os números são superiores aos do ano passado, especialmente os índices de óbitos, conforme os dados das secretarias municipais. Apenas no Paraná já foram seis mortes confirmadas por dengue.
Acredita-se que a epidemia se deu por conta dos períodos chuvosos. O governo federal pede que não se perca a atenção para medidas de proteção contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Os principais cuidados para evitar a dengue são impedir a formação de poças em casa e limpar reservatórios de água. Além disso, é recomendável que, ao visitar locais de mata, faça-se uso de repelente.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião