Search

Decreto do governo paraguaio vai acelerar obras da ponte em Presidente Franco

Construção foi declarada de interesse nacional, o que permitirá acordos de cooperação com a construtora brasileira.

Um decreto do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, publicado nesta segunda-feira (27), declara de utilidade pública a construção da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco.

O decreto também cria um comitê interinstitucional para facilitar a coordenação e articulação de ações entre as entidades envolvidas com os trâmites relacionados às obras.

O grupo de trabalho é integrado por ministérios (Relações Exteriores, Obras Públicas e Indústria e Comércio), a usina de Itaipu, a diretoria nacional de Aduanas, a Administração Nacional de Navegação e Porto, a Diretoria de Material Bélico e o Instituto Nacional de Tecnologia, Normalização e Metrologia.

Essas instituições ainda poderão solicitar a participação de outras entidades públicas, para “alcançar os objetivos traçados”.

O Ministério de Obras Públicas encabeçará as ações operativas e foi habilitado a fazer acordos de cooperação com a empreiteira contratada pelo Brasil para executar as obras.

Enquanto no lado brasileiro já iniciou o trabalho de concretagem da ponte, no lado paraguaio ainda está sendo feito o canteiro de obras. Trâmites burocráticos do país vizinho atrasam a passagem de equipamentos para o outro lado.

Com esse decreto do presidente do Paraguai, a obra ganha um novo status e os empecilhos tendem a desaparecer.

A obra

A segunda ligação entre Foz do Iguaçu e a margem paraguaia do Rio Paraná começou a ser feita em agosto de 2019, com recursos da margem brasileira de Itaipu. 

Serão investidos R$ 463 milhões no empreendimento, dos quais R$ 323 milhões na ponte e R$ 140 milhões para a abertura da Perimetral Leste, que dará acesso à BR-277. O prazo para conclusão é de três anos.

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,6 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh. Em 2018, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.

Participe da comunidade 100fronteiras

Apoiando o jornalismo local, você valoriza a sua cidade, seu estado e seu país. Nossa equipe está diariamente trazendo notícias da Tríplice Fronteira, apresentando novos lugares, com isso você receberá conteúdos exclusivos e brindes.

Entre em nosso grupo do Whatsapp. Apoie o jornalismo local!

Nos encontramos lá, até mais!

Parceiros Comerciais


Newsletter

Ama a tríplice fronteira tanto quanto nós? Assine a newsletter 100fronteiras e receba conteúdo exclusivo. Seu apoio aprimora nosso trabalho para que possamos ajudar a aprofundar sua conexão com Ciudad del Este, Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú enquanto investimos no futuro do jornalismo local.



Deixe um comentário e participe da Comunidade 100fronteiras