Search

Comandante do 34º BIMec conta sobre sua história e missão dentro do batalhão

Foz do Iguaçu é conhecida por abrigar as Cataratas do Iguaçu e a Itaipu Binacional. No entanto quem vem à cidade também se depara com o 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado, localizado bem no coração do município

Por: Patrícia Buche

Fotos: assessoria 

Apesar do muro alto que cerca a grande área onde ele está localizado, o batalhão não é algo restrito e isolado da cidade; pelo contrário, é integrado não só a Foz do Iguaçu como a toda a Tríplice Fronteira. 

Há um ano comandando o 34º BIMec está o tenente-coronel Marcelo Pontes, que veio do Rio de Janeiro diretamente para a fronteira. Feliz na cidade ao lado da esposa e da filha de 2 anos, Pontes se diz realizado com a carreira militar que construiu ao longo dos seus mais de 27 anos de caminhada. “É uma honra ser um líder de um batalhão que tem 130 anos de história na região, mas ao mesmo tempo é uma grande responsabilidade, pois minhas decisões vão influir não só na operacionalidade do batalhão, mas na vida dos militares que comando, na família deles, já que trabalhamos com atividades de risco.” 

O tenente-coronel trabalhou em missões no Haiti e passou por vários estados brasileiros, como Pará e Amazonas. Especialista em paraquedismo, veio a Foz do Iguaçu com a missão de comandar os 700 soldados do 34º BIMec. “O meu primeiro desafio quando cheguei em janeiro foi conhecer todo mundo, tanto dentro da minha equipe quanto na sociedade iguaçuense e os órgãos com quem trabalhamos, isso porque o batalhão é muito integrado com a cidade. Desde 1889, o batalhão vem contribuindo para o crescimento da região, lado a lado com todo mundo que está aqui.”

Com pelo menos mais um ano pela frente, Pontes revela o desejo de continuar com o projeto de fortalecimento das ações integradas, não só de segurança e patrulhamento da fronteira como na parte social. “As operações com outros órgãos é algo que posso destacar na minha carreira pessoal. Já no que diz respeito ao batalhão, foi ver que as operações aumentaram como um todo; hoje estamos com maior frequência nas ruas e assim continuaremos, sem esquecer que também mantemos uma relação de amizade com os batalhões do Paraguai e Argentina.” 

Box: O 34º BIMec tem grande atuação na área social em Foz do Iguaçu, onde a banda do batalhão toca em escolas, desfiles cívicos e no setor de oncologia do Hospital Costa Cavalcanti, levando alegria aos pacientes. Além disso, realiza palestras nas escolas e universidades e promove visitas de escolas e grupos de escoteiros ao quartel para conhecer as instalações.

Participe da nossa comunidade!

Ama a tríplice fronteira tanto quanto nós? Entre na comunidade 100fronteiras e receba conteúdo exclusivo. Seu apoio aprimora nosso trabalho para que possamos ajudar a aprofundar sua conexão com Ciudad del Este, Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú enquanto investimos no futuro do jornalismo local.



Deixe um comentário e participe da Comunidade 100fronteiras