A quarentena no país guarani começou dia 10 de março, após a confirmação dos primeiros casos do coronavírus.
A princípio, a restrição de transitar pelas ruas das cidades era das 20h às 4h. Mas, no dia 20 de março, o Ministério da Saúde divulgou que já havia casos de transmissões comunitárias e comunicou o primeiro falecimento por conta da covid-19. O Poder Executivo então decretou o isolamento total no Paraguai até o dia 29 de março.
O país vizinho, que deveria finalizar a quarentena no próximo domingo (12), anunciou a extensão de uma semana, até o dia 19 de abril, para evitar a expansão massiva do coronavírus. A decisão por parte do presidente Mario Abdo Benítez foi tomada por recomendação do Ministério da Saúde Pública e Bem-Estar. Prorrogar o isolamento social se dá ao fato de que infectologistas e profissionais de saúde temem que se as medidas forem reduzidas agora, o vírus começar a proliferar. Segundo o jornal ABC Color, por um lado a medida traz tranquilidade ao setor da saúde; por outro, muita preocupação na parte econômica. Até a data da publicação desta matéria, o Paraguai contava com 119 casos confirmados de coronavírus, dos quais 15 pessoas estão recuperadas e cinco morreram. Ponte totalmente fechada A Ponte Internacional da Amizade está totalmente fechada. De hoje (8) até o Domingo de Páscoa, 12 de abril, não vão circular pelo país nem mesmo caminhões de carga. O Paraguai voltará a abrir suas fronteiras na segunda-feira (13) para cargas.     Dia Mundial da Saúde Ontem (7), no Dia Mundial da Saúde, foi oficialmente inaugurado o novo pavilhão do hospital municipal de Cidade do Leste (PY). A obra foi construída em tempo recorde, em apenas 21 dias. O custo foi de aproximadamente R$ 1.702.480 ou US$ 320 mil. O pavilhão conta com uma recepção, duas áreas de desinfecção, três consultórios médicos, enfermaria, nove leitos, depósito para suprimentos, três banheiros, setor ambulatorial, para armazenamento de resíduos patológicos e ainda uma área segura para os profissionais da saúde. A mais nova obra será usada para prestar assistência a pacientes com infecções respiratórias e enfrentar uma possível emergência sanitária causada pela covid-19 em Cidade do Leste.   Fotos: Paulo Lisboa

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião