banner-foz-itaipu-foz

No momento, com a falta de vacina em Ciudad del Este, cerca de mil moradores estão sem conseguir se vacinar contra a Covid-19, e se preocupam se conseguirão participar da campanha de vacinação no tempo esperado. 

Por falta de vacinas desde a última terça-feira, 18, existe apenas um local onde as vacinações estão acontecendo em Ciudad del Este, que é em uma instituição departamental do Governo de Alto Paraná. Tendo apenas um posto de vacinação, a situação de aglomeração era de se esperar, infelizmente.

O fato de que tem apenas um posto de vacinação para a aplicação da primeira dose em Ciudad del Este se deve pois hospitais distritais não têm condições no momento de armazenar as doses.

Ontem, dia 19, Alto Paraná recebeu 2 mil doses da vacina da Sputnik V que seriam recebidas por pessoas que têm terminação em 4 ou 5 em sua cédula de identificação. Muitas pessoas que não conseguiram tomar a dose ontem foram hoje para o posto de vacinação, mas deram de cara com uma aglomeração sem muito controle.

Por isso, muitos dos que foram para se vacinar reclamaram. Os responsáveis pela vacinação em Ciudad del Este disseram que, primeiramente, apenas 300 doses seriam aplicadas entre os ali presentes, o que causou um grande descontentamento. Depois, foi aumentado o número para 500 vacinações da primeira dose, metade do número de pessoas que ainda precisam se vacinar.

Os que faziam fila no local desde às 5 da manhã exigiram ser vacinados e conseguiram garantir suas doses. Até agora, segundo o portal de informações ABC, no Paraguai, apenas 200 pessoas foram vacinadas até agora, e muitos ainda estão esperando ou desistiram.

Houve também o fechamento de um dos portões da instituição, deixando várias pessoas que esperavam em seus carros sem a possibilidade de conseguir se vacinar hoje.

“Estamos nos organizando de acordo com o número de pessoas que chegam e a disponibilidade das vacinas, lembrando que estamos nos distribuindo em dois turnos”, disse o diretor da Décima Região de Saúde, Dr. Hugo Kunzle, para o ABC, explicando como a organização da vacinação em Ciudad del Este está acontecendo.

Diálogos 100fronteiras

2 Comentários

Deixe a sua opinião