Foi em 2012 que Ciudad del Este realizou a primeira Black Friday. Na primeira edição da feira de descontos, poucos foram os descontos e produtos que de fato atraíram os turistas e compristas. No entanto, passados quase dez anos, a expectativa para a edição de 2021 é alta, especialmente porque em 2020 não foi possível realizar a Black Friday devido a pandemia de coronavírus.

“A Câmara de Comércio e Serviços de CDE, há mais de 10 anos está organizando e realizando a Black Friday, em busca de melhorar a economia da região e todas as cidades fronteiriças, em especial CDE e Foz. No ano de 2020 foi impossível realizar o evento, por conta da pandemia, onde eram proibidas as aglomerações e, nesse ano, como melhorou a situação da saúde e a pandemia está controlada, decidimos realizar esse Black Friday para a reativação econômica da cidade e região. Para isso contamos com a participação dos empresários locais, para juntos trabalharmos na reativação da economia de nossa amada Ciudad del Este”, destaca Said Taigen, Presidente da Câmara de Comércio e Serviços de CDE.

A Presidente do Codeleste, Linda Tayen, acrescenta que esse momento é muito importante para a cidade, que sofreu com a pandemia, e destaca a importância do trabalho integrado de diversos setores. “Estamos apoiando a Black Friday para poder agregar mais opções para os turistas que vem visitar a nossa cidade e possam ter acessos a descontos em outros setores do comércio, como hotéis e atrativos turísticos, e também no setor gastronômico, por isso a presença da Associação de Bares e Restaurantes, da Associação de Hotéis de Alto Paraná, Senatur, Itaipu e taxistas que farão tarifa diferenciada para esses quatro dias de evento é tão importante”.

De acordo com ela haverá uma recepção para os turistas na entrada da cidade com apresentações culturais próximo a aduana. Também com a ajuda do Ministério da Saúde, os turistas terão acesso a máscaras e álcool em gel, reforçando a preocupação com a segurança sanitária dos compristas e lojistas.

Ciudad del Este
Centro de CDE. (Foto: Lilian Grellmann/100fronteiras)

“A Itaipu Binacional torce pelo sucesso da Black Friday de Ciudad del Este, que certamente vai atrair para a nossa região de fronteira muitos turistas do Brasil inteiro. A economia de Foz do Iguaçu depende muito do turismo, e tudo o que é feito para trazer visitantes é fundamental para nossa população”.

Patricia Iunovich – Chefe da Assessoria de Turismo da Itaipu Binacional.

Preparação

Neste ano a Black Friday será entre os dias 12 e 15 de novembro no centro de Ciudad del Este e será especial, visto que é a primeira edição na pandemia. Em 2019 quem coordenou a preparação da feira foi a Câmara de Comércio e Serviços de CDE, no entanto neste ano a responsabilidade ficou nas mãos de Kenny Yuen, proprietário da Casa Americana e terceiro vice-presidente da Câmara. “Estou bem seguro que tudo vai fluir bem”, destacou o empresário.

Segundo ele, os grandes shoppings de Ciudad del Este aderiram à feira e por isso a organização está alinhada. Kenny explica que o foco desta edição não é necessariamente a venda de mercadorias, mas o evento e a atenção ao cliente. 

E mais, o organizador da feira garante que essa edição não será uma “Black Fraude”, então os compristas podem esperar produtos interessantes por bons preços. 

Outro destaque desta edição é que as principais avenidas do micro centro de CDE estarão fechadas exclusivamente para a passagem dos pedestres e táxis e vans também estarão à disposição. Haverá ainda barraquinhas de bebidas e alimentos e restaurantes com horários especiais.

“O objetivo de todas essas organizações que fazem parte é termos isso no calendário anual, de uma atividade importante, para que ano após ano os turistas de modo geral possam marcar como uma atividade frequente de nossa região. A expectativa para o ano que vem é juntar a Black Friday com Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú, através de um trabalho articulado”, revela Linda. 

Produtos e lojas que irão participar

Como cada loja tem sua linha de produtos, é difícil especificar os itens em promoção. Cada empresa terá sua categoria em foco, de acordo com o que a loja tem disponível.

E, embora o câmbio atual não esteja economicamente favorável, Kenny explica que os preços de modo geral no Brasil estão mais elevados que no Paraguai, então ainda assim a Black Friday será vantajosa, ainda mais com os descontos que serão aplicados nos produtos, que garantem os melhores preços.

“Estamos bem unidos e todos terão bons produtos com bons preços, podem ficar 110% tranquilos”.

Kenny Yuen, proprietário da Casa Americana e terceiro vice-presidente da Câmara. 
Kenny Yuen - empresário na Casa Americana

Algumas lojas que participarão da Black Friday

A maioria das grandes lojas irão participar, como a Casa Americana, Madrid Center, Roma Shopping, Cellshop, Mega Eletrônicos Paraguay, La Petisquera, Nissei, Galeria Jebai, Shopping Paris, Shopping Del Este, Shopping China entre outros. 

“A La Petisquera, como todos os anos, participa da Black Friday em CDE. Sempre procuramos colocar muitos produtos na promoção, que chamem a atenção e que compensem realmente a vinda do turista e comprador para a região. Estamos nos reunimos com o pessoal das lojas, vendo quais produtos vamos colocar em promoção, organizando, fazendo as listas e acredito que será bem bacana. Teremos promoções nas quatro lojas com produtos em ofertas. A expectativa é muito boa e com bastante cuidado estaremos tentando reativar a economia por meio de boas vendas”.
Firas Manah – Proprietário da La Petisquera

“As lojas Atacado Games e Atacado Collections vão participar do Black Friday. O Atacado Games terá muitos produtos em promoção para os nossos clientes, inclusive na linha de acessórios, onde haverá desconto de até 40%. Somos muitos voltados e preparados para atender os turistas. E garantimos que terão ofertas fantásticas para os clientes. Quem vier até o Atacado Collections não irá se arrepender”.
Evandro Zanetti Barcellos, gerente da parte comercial e vendas do Atacado Collections

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras e recentemente conquistou pela 100fronteiras o primeiro lugar no 1º Prêmio Faciap de Jornalismo.

Comentários

Deixe a sua opinião