A partir de amanhã, os países da Tríplice Fronteira ficarão com horas iguais. Isso acontece porquê no Paraguai, neste domingo, o horário será adiantado em 1h em todo o país, medida tomada para a redução no consumo da energia elétrica.

O horário de verão no Paraguai segue até o quarto domingo do mês de março do ano seguinte (2022), quando o horário deverá ser adiado novamente em 1h.

Sem o fuso horário de verão no Paraguai, o Brasil fica 1h atrasado, ou seja, hoje estou postando essa matéria às 10h, e lá no Paraguai agora são 9h.

Na Argentina, o horário já está alinhado, então com o fuso mudando no Paraguai amanhã, os três países da fronteira ficam com os horários iguais, para a felicidade daqueles que trabalham em países diferentes.

A mudança ao horário de verão no Paraguai:

   No dia 3 de Outubro de 2021

   Às 0:00 o relógio mudará às 1:00 da manhã.

Para mim, a mudança de horário vai ser ótima, irei dormir 1h a mais. Nós moradores da tríplice fronteira acho que é melhor assim, ficar com o mesmo horário nos três países, já que circulamos sempre, acordamos em um pais e trabalhamos em outro.

Comenta Evelin Fretes, moradora de Ciudad del Este e trabalha no Brasil.

Horário de verão no Brasil

No Brasil, não tivemos o horário de verão neste ano, de acordo com o Ministério de Minas e Energia, o retorno do horário de verão seria inviável em 2021 no Brasil, ou seja, não deve voltar.

O horário de verão é o atraso de 1h no fuso horário, a estratégia é para a economia de energia nos horários de pico, quando há sobrecarga do consumo.

O horário de verão pode economizar entre 2 e 3% do consumo da energia no início da noite. A estratégia ocorre nos meses de outubro à fevereiro, pois os dias têm uma duração maior, ou seja, o sol nasce mais cedo e põe-se mais tarde. A ideia é aproveitar a duração extra da luminosidade natural.

Comentários

Deixe a sua opinião