Cada vez mais as pessoas buscam trazer uma planta para dentro de casa, com certeza essa decisão muda o ar do ambiente. Nos anos de 2020/2021 onde as pessoas passaram a ficar mais em casa, surgiram novos hobbies. 

Um dos hobbies que mais cresceu foi ser mãe/pai de lindas plantinhas e folhagens. Ao contrário do que muitos pensam, não precisa ter um grande jardim ou uma grande sacada para tê-las. Existem espécies que se adaptam facilmente dentro de casa.

Na sala, no banheiro, no quarto, ou até mesmo na cozinha elas se adaptam e decoram como nenhum objeto faz. A seguir, você verá 8 espécies de plantas que são aptas a mudar a “vibe” dentro de casa. 

Orquídea

A orquídea é uma planta que não precisa de muitos cuidados, sendo assim, ela consegue ficar bem em qualquer cômodo da casa. Ela é chamativa por sua variedade de cores. 

Muitos arquitetos aproveitam essa variedade para dar vida e cor ao ambiente, colocar a orquídea em vasos bonitos chamam ainda mais sua atenção.

O que se deve saber antes de ter uma orquídea:

Para lugares fechados, é importante que se mantenha a umidade dela para que não dê fungos ou bactérias, e, colocar cascalhos no fundo do vaso ajuda a drenar a água. 

Caso a sua orquídea fique próxima a janelas ou varandas, cuide para não bater muito vento, pois suas flores podem ser prejudicadas. Caso suas folhas comecem a ficar escuras, é sinal que ela precisa de mais luz. Existem mais de 20 mil espécies de orquídeas no mundo, e só no Brasil conta com mais de 3.000 espécies. 

Orquídea
Foto: Jd das orquídeas online.

Suculentas

As suculentas são os bebês do universo verde, fofinhas, pequenas, redondinhas, e para todos os gostos. As suculentas tem várias espécies e formatos, segundo especialistas, já foram encontradas mais de 60 espécies em meio ao mundo das suculentas. 

Elas não exigem muita água e qualquer um consegue ter uma suculenta. Elas, mesmo depois de adultas, continuam pequenas. Isso facilita para que possa ter várias, as colocando em grupos com diversas formas e cores.

As suculentas são plantas do verão: gostam de sol, vento, e terra seca. Caso sua suculenta seja uma integrante nova na casa, “acostume” ela no sol, coloque-a aos poucos para o conhecer, e depois de amigos, arrume-a próxima a janela para que possa admirar a vista e curtir um solzinho. 

Suculenta
Foto: Vivadecora.

Samambaia

Quem não se lembra de umas folhas verdes penduradas na casa da avó ou parentes? A samambaia é a queridinha de todos, incluindo designer de interiores e paisagistas, ela nunca sai de moda. 

Ao contrário das suculentas, a samambaia já é mais de um solo úmido, com luz natural. Nos dias mais quentes, é bom borrifar água em suas folhas para mantê-las verdes e saudáveis. 

Assim como todas as outras plantas citadas acima, ela fica linda em qualquer cômodo da casa, principalmente na sala e cozinha: 

Samambaia
Foto: Studio 297.

São aproximadamente 200 espécies de samambaias e mais de 9 mil variedades delas. São algumas: a chifre de veado, mini samambaia, samambaia de metro e várias outras para todos os estilos.

Antúrio

O antúrio, apesar do nome ser diferente, ela não é incomum nas casas brasileiras. Esta planta remete a hospitalidade e bem-estar, mudando a energia do lar. 

Ela é uma boa opção para os “pais de plantas” de primeira viagem, pois se adapta bem e é super fácil de cuidá-la. O antúrio prefere áreas com luz indireta e gosta de bastante umidade.

Existem no mundo, menos de 600 espécies de antúrio, aqui no Brasil, a mais conhecida é a vermelha, mas existem as brancas, marrom, rosa e salmão.

Antúrio
(foto: Society19)

Curiosidade sobre os antúrios

As flores dos antúrios não são flores, mas sim inflorescência. O objetivo dela é atrair insetos e polinizar. Mas acalme-se! O antúrio tem flor sim, as flores dele é a espiga (espádice). Outra característica dela são suas folhas grandes e largas. Ela é uma planta tropical, vinda da América do Sul e América Central. 

Comigo ninguém pode

Vinda da América Central, a comigo-ninguém-pode deixa as suas folhas mostrarem a sua beleza. Ela tem a fama de ser uma planta venenosa, e é verdade, ela é considerada tóxica para humanos, cães e gatos, mas somente se ingerida. 

Quase todas as espécies dessa folhagem possuem a substância crista de oxalato de cálcio, que quando ingerida causam ardor e irritação na boca e garganta, ou pode causar uma reação alérgica. 

Mas calma! Nem tudo está perdido e você pode ter uma linda comigo-ninguém-pode na sua casa. Basta apenas seguir alguns cuidados: 

  • Manter os animais de estimação e crianças longe da planta para evitar que elas ingerem. 
  • Evitar o contato com o suco/seiva.
  • Lavar as mão após o contato com a planta

Existem mais de 50 espécies da planta cultivadas no Brasil, as principais são:

Plantas para dentro de casa: Comigo-ninguém-pode
Espécies de comigo-ninguém-pode

A comigo-ninguém-pode é uma planta bem tranquila de se cuidar e pode ser colocada em qualquer canto da casa, porque ela não precisa de muita luz, e não gosta de receber o sol diretamente, pois pode queimar as suas folhas. 

Quanto à regagem, ela gosta de umidade, mas cuide: água em excesso pode fazer com que sua raiz apodreça e ela cresça fraca, também deixa seu caule mole. 

Comigo-ninguém-pode
(FOTO: OLIVRA HOMEDECOR) Planta: Comigo-ninguém-pode

Zamioculca

A zamioculca é uma turista que conquistou muitos brasileiros, sua origem é a África Tropical. Como vêm de um país quente, ela não tolera geada, sendo assim ela é mais usada dentro de casa. 

Suas folhas tem um brilho inigualável, parece até plastificada. Crenças populares dizem que a zamioculca trás prosperidade financeira. Então ela ficou conhecida como “árvore do dinheiro”, pela prosperidade que trás e o destaque de suas folhas num tom verde vivo. 

Zamioculca
Zamioculca.

A zamioculca fica bem em meia sombra ou sombras completas, o seu vaso precisa ser bem drenado mas com certa umidade. O acúmulo de água pode deixar suas folhas amareladas.

Como cultivar zamioculcas.

Peperômia

A peperômia tem suas cabeleiras caídas igual a samambaia. Ela tem as folhas em formas de coração e coloração verde claro, esbranquiçadas na ponta. Ela é uma ótima opção para decorações modernas. 

Ela não pode ficar diretamente no sol pois queimaria as suas folhas, então dentro de casa é perfeito para ela e para a decoração. Quanto à quantidade de água, deve ser moderada, não é recomendado encharcar o solo. 

 Conforme ela vai crescendo, suas folhas vão caindo, ficando dispersa no ar, como a samambaia, então é uma boa opção para pendurar na sala, ou pôr em cima de prateleiras ou balcões. 

Planta Peperômia
(FOTO: VIAJANDO NO APÊ) Planta: Peperômia

Bonsai

A palavra Bonsai é um termo japonês que traduzido significa “plantado em uma bandeja”. O objetivo de se cultivar um bonsai, é criar uma representação miniaturizada da natureza, em forma de árvore.

Como o bonsai é pequeno, ele pode ser colocado em qualquer lugar da casa, e pode durar por anos se cuidado bem, na China e no Japão, existem bonsai com mais de 10 anos. 

Dicas para o cuidado de sua arvorezinha:

Os elementos essenciais para um bonsai saudável são água, ar, temperatura, e sol.

  • A quantidade de tempo no sol pode variar para cada espécie, então é recomendável fazer uma pesquisa. 
  • Para regar ele, é melhor usar um borrifador, para molhar a terra e jogar água na árvore também. É importante que a água escorra nos buracos do vaso, mantendo a terra úmida. Os melhores horários para este cuidado são pela manhã e no fim da tarde. 
  • As podas devem ser feitas com um alicate de corte côncavo, uma tesoura de poda, ou uma comum afiada. Existem dois tipos de poda: a de estilização e a de manutenção, a de manutenção estimula o crescimento uniforme da árvore, e a de estilização é feita no início da primavera e final de outono, e serve para remover toda a madeira morta.
  • Deixar o bonsai em local ventilado e sol. 
Bonsai
(FOTO: BONSAI EMPIRE)

Entre as plantas mostradas acima, o bonsai é o mais “difícil” de se cuidar, ele exige um pouco mais de cuidado e atenção. As demais são para as pessoas que querem ter uma plantinha em casa mas não tem tempo ou não sabe como fazer para cuidá-las.

Você tem alguma planta em casa que o cuidado é simples e que não citamos acima? Então nos envie sua sugestão de plantinha! 

Diálogos 100fronteiras

16 Comentários

Deixe a sua opinião

  1. Maravilhada..exiatem plantas que tenho medo de deixar em lugares com muito vento ou muito sol.como suculentas. Perdi varias devido ao vento em escesso de onde moro.

  2. Amei as dicas, pois tenho quase todas e por coincidência ontem comprei uma Maranta❤️❤️❤️

  3. Ótima matéria. Eu tenho 2 comigo ninguém pode dentro de casa cada uma em um vaso. Estão lindas. As vezes coloco elas pra tomar um sol. Um pouco (sem bronzeador). Rsrs

    1. Comigo ninguém pode é uma folhagem linda, e fica bem em qualquer lugar não é mesmo? Cuide para não deixa-la muito no sol e queimar suas folhas haha!

  4. Quanta informação sobre plantas na sua página, gostei muito, dicas boas pra iniciantes…obrigadaa..Márcio da hora.

    1. Que ótimo Márcio! Nunca é tarde para começar a cultivar plantinhas, e quando se tem amor por elas, é mais fácil do que parece.

    1. Ficamos felizes que tenha aprendido, Sandra. Nosso objetivo é mostrar que cuidar de plantas não é um bicho de sete cabeças, e qualquer pessoa com amor e dedicação conseguirá ter uma linda plantinha.

  5. Ótimas dicas! Adorei ! Gostaria de saber sobre a Dracena.Onde mantê-la e quais cuidados devemos ter com essa planta ,desde já obrigada 🥰

    1. Que bom que gostou Anaguita! Estaremos postando sobre a Dracena em uma próxima matéria, fique de olho!