O primeiro caso de um animal com covid-19 foi em Hong Kong, logo no começo da pandemia; um cachorro da raça Lulu da Pomerânia pegou a doença de sua dona, que foi testada positivo para o vírus. O animal teve que ficar de quarentena por 14 dias em um centro de vigilância veterinária, e passou por testes variados.

Então, é possível que animais peguem a doença da covid-19 e sofram tanto quanto os humanos. Seus sintomas não são específicos, diz o veterinário Paulo Henrique da Silva, podendo ser tosse, espirro e diarreia, portanto fique de olho caso seu animal apresente algum desses sintomas. 

Transmissão da covid-19 em animais

A forma de transmissão é de humano para animal, e não o contrário, então não se preocupe em pegar o vírus de seu cachorro ou gato, mas sempre tomando cuidado. “Apesar de haver vários estudos em andamento e que muitas perguntas continuam sem respostas, até o momento eles indicam que os animais são apenas vítimas do coronavírus, portanto, eles não transmitem a doença para seres humanos, nem para outros animais”, diz o veterinário Paulo.

Caso alguém de sua casa tenha positivado para a covid-19 e tenha um animal morando na residência, é recomendado que a pessoa fique de quarentena sem contato com ninguém, até mesmo os bichinhos, tendo que existir um controle.

Gata morre de pneumonia após contrair covid-19

Uma gata de apenas dois anos foi positivada para o vírus da covid-19 e acabou morrendo por complicações de pneumonia e presença de bactérias no organismo. Cientistas da UCS, Universidade de Caxias do Sul, onde ocorreu o caso, falaram que não é possível realmente afirmar que a gata morreu por causa da covid-19, apenas da infecção, a pneumonia pode ter sido desencadeada por outros fatores.

O felino contraiu a doença de seus donos, que foram infectados duas semanas antes de sua morte, portanto o cuidado deve ser rigoroso tanto para humanos quanto para animais.

Esse caso da gata é extremamente raro, dizem os cientistas.

Como proteger o bichinho de estimação?

Para que não exista a possibilidade de seu cachorro ou gato voltar de um passeio carregando o vírus, higienize suas patas e uma limpa com um pano molhado pelo corpo, não deixe desconhecidos passarem as mãos também. 

Se seu animal aparecer com esses sintomas, entre em contato com seu veterinário e tome todas as providências para o bem-estar do animal. O veterinário fala “Como não existe vacina comercial para proteger animais da covid é essencial evitar expor os animais ao risco de contágio”, sobre a proteção dos animais.

Diálogos 100fronteiras

Deixe a sua opinião