Após a declaração da pandemia de Covid-19 realizada, portanto, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), os governantes de todo o mundo tomaram medidas severas para tentar conter o avanço do vírus. A principal delas foi o afastamento social, ou seja, todos de quarentena. Isso gerou vários impactos na saúde psicológica das pessoas. Uma delas foi a insônia na quarentena.

Como lidar com a insônia na quarentena?

Imagem: Pixabay

Com o confinamento e a irritabilidade de passar horas, dias e meses sem ter contato frequente com pessoas, amigos, parentes.

Viver uma vida quase que 100% online, medos econômicos, trabalhistas e problemas acadêmicos foram as reclamações de muitas pessoas.

Consequentemente elas começaram então, a apresentar sinais de insônia.

Insônia é um dos problemas gerados pela pandemia

A fila para consultas online com psicólogos durante a quarentena aumentou muito.

Segundo o Jornal do Campus, no começo da pandemia entre 29 de março à 4 de abril.

Estes, com a maioria dos estados brasileiros já em decreto de quarentena, a busca por atendimento psicológico no Google chegou a 88%.

10 dicas

Para conseguir lidar com a insônia em quarentena é necessário seguir novos hábitos.

Ou seja, mudar sua rotina, para conseguir realizar as atividades como eram antes da pandemia.

  • Se alimentar, em conclusão, nos horários corretos, se estiver trabalhando em casa.
  •  Manter horários para trabalhar e horários para se dedicar as suas outras atividades. Como organização e limpeza da casa e cuidados pessoais.
  • Tente sempre manter horários para dormir e acordar. Mesmo que não esteja conseguindo dormir muito cedo, ir se deitar todos os dias no mesmo horário faz com que seu cérebro entenda que esse é o horário de descanso. Lembre-se sempre de pelo menos dormir de 7 à 8 horas por dia.
  • Não tome, em suma, bebidas estimulantes à noite. Como café e energéticos.
  • Todavia, não coma muito próximo de ir dormir. Para se ter uma boa digestão e dormir sem nenhum desconforto decorrente da má digestão. Como refluxo e outros sintomas gástricos.
Imagem: Pixabay
  • Não use, portanto, aparelhos eletrônicos antes de dormir.
  • A luz da tela dos aparelhos atrapalha a produção de melatonina, hormônio que ajuda a regular o sono.
  • Mesmo em afastamento social, mantenha contato com amigos e familiares.
  • Faça alguma atividade que ocupe seu cérebro.
  • como cozinhar, ler, pois ações desse tipo aliviam o estresse e a ansiedade que são agravantes da insônia.
  • Também pratique atividades físicas durante a quarentena, pois a mesma libera hormônios que ajudam a combater a ansiedade.

Democracia Inabalada.

Penso não ser uma pessoa que saiba, mas que busca o conhecimento

Comentários

Deixe a sua opinião