Nunca antes se ouviu falar tanto que um Presidente da República esteve em Foz do Iguaçu, em um período de dois anos, como agora. Desde que Jair Bolsonaro assumiu a Presidência da República em 2018, ele já veio à cidade em seis ocasiões, todas a trabalho, para cumprir agenda de obras e solenidades relacionadas à Itaipu Binacional.

Desta vez, 07 de abril, ele veio a Foz do Iguaçu para a solenidade de entrega da pista de ampliação do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu e posse do novo diretor-geral da Itaipu, do lado brasileiro.

Bolsonaro e autoridades
Presidente Bolsonaro ao lado de autoridades. (Foto: Sara Cheida/Itaipu Binacional)

Momentos em que o Presidente da República esteve em Foz

  • A primeira vez que o Presidente Bolsonaro veio para Foz foi no início de 2019 para acompanhar a posse do diretor-geral da Itaipu, general Joaquim Silva e Luna.
  • A segunda visita foi para assinar a construção da Segunda Ponte entre Brasil e Paraguai.
  • Depois, em 2020, voltou a cidade para lançar a pedra fundamental para a duplicação da BR-469.
  • No final do ano passado, novamente esteve na cidade para visitar as obras da Ponte da Integração, ao lado do presidente do Paraguai.
  • E mais recentemente esteve na cidade para dar inicio as obras de revitalização do sistema Furnas.
  • Hoje (07) ele está pela sexta vez na cidade, em um intervalo de dois anos, para entregar a obra da pista do aeroporto e participar da posse do novo diretor-geral da Itaipu, João Francisco Ferreira.
marito-bolsonaro-presidentes-usina-itaipu
Marito e Bolsonaro na usina de Itaipu, em fevereiro de 2019. (Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional)

Sobre a nova pista do aeroporto

O presidente Jair Bolsonaro voltou nesta quarta-feira (7) a Foz para a solenidade de término da obra civil de ampliação da pista do Aeroporto Internacional e a transmissão de cargo do diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Joaquim Silva e Luna, para o novo comandante da margem brasileira da empresa, general João Francisco Ferreira. Os eventos foram realizados no saguão de embarque do aeroporto e no Cineteatro dos Barrageiros, na usina, respectivamente.

Para relembrar, foi em 28 de fevereiro de 2020, que a Itaipu, governo federal e governo do Paraná anunciaram oficialmente o início das obras de ampliação do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu – que integram o rol de investimentos estratégicos da Itaipu na infraestrutura da região.

pista-aeroporto-foz
Imagem da época das obras na pista do aeroporto. (Foto: Sara Cheida/Itaipu Binacional)

As melhorias no aeroporto com a participação da Itaipu foram além da ampliação da pista de pouso e decolagem, que de 2,1 mil metros agora tem 2,8 mil metros, 605 metros a mais. Incluíram além disso, a construção de ciclovia e a duplicação da via de acesso, entre a BR-469 (Rodovia das Cataratas) e o terminal, e a ampliação do pátio de manobras das aeronaves. Ambas também avançaram rapidamente e já estão praticamente prontas, faltando apenas o acabamento e a homologação junto à Infraero. As obras, com custos de R$ 69,4 milhões, das quais 80% são de recursos da Itaipu e o restante da Infraero.

De acordo com a assessoria de imprensa da Itaipu, todas essas melhorias vão ajudar a tornar o Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu um hub na América do Sul, com conexão direta aos países da América do Sul, Europa e EUA. Pela localização geográfica privilegiada, o destino terá condições de se tornar uma das principais portas de entrada de turistas estrangeiros no Brasil e uma das maiores na América do Sul.

Posse do novo Diretor

Já o segundo evento que o presidente Bolsonaro participou foi o da posse oficial do general João Francisco Ferreira, que desde 19 de fevereiro de 2021 já havia sido anunciado pelo presidente como novo diretor-geral da Itaipu, mesma data em que o presidente anunciou Silva e Luna para o comando da Petrobras.

General Silva e Luna, Presidente Bolsonaro e General João
Bolsonaro ao lado dos generais. (Foto: Sara Cheida/Itaipu Binacional)

O general João Francisco Ferreira substitui o general Joaquim Silva e Luna depois de dois anos e um mês frente à Itaipu. Ferreira será o 13º diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional.

General Silva e Luna, Presidente Bolsonaro e General João
General Silva e Luna cumprimentando o novo diretor-geral da Itaipu, João Francisco Ferreira, ao lado do Presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Patricia Iunovich/Itaipu)

Fonte: Itaipu Binacional

Patrícia Buche

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras e recentemente conquistou pela 100fronteiras o primeiro lugar no 1º Prêmio Faciap de Jornalismo.

Diálogos 100fronteiras

Deixe a sua opinião