Bienal de Curitiba traz curadores brasileira e cubano para fazer palestra sobre fotografia contemporânea

204

O cubano Nelson Arellano e a brasileira Tereza de Arruda fazem palestra baseados nas fotografias do consagrado Leonardo Kossoy, que expõe na Bienal

O curador e diretor da Fototeca de Cuba, Nelson Arellano, e a curadora brasileira Tereza de Arruda estarão em Curitiba para falar sobre Fotografia Contemporânea, com base na obra do consagrado fotógrafo Leonardo Kossoy, nesta quarta-feira, às 16 horas, no miniauditório do Museu Oscar Niemeyer. O evento é gratuito e integra as comemorações dos 25 anos da Bienal de Curitiba 2018.

Tereza é curadora da exposição “Mergulho”, de Leonardo Kossoy, e com Arellano, fará palestra sobre a obra de Kossoy. A obra do artista também será contextualizada com importantes expoentes da fotografia latino-americana, sendo que muitos deles já fizeram exposição na Fototeca de Cuba ou têm obras no acervo da instituição.

Fotógrafo paulistano, Leonardo Kossoy nasceu em 1943 e formou-se em Direito pela Universidade Mackenzie. Desde os anos 60, ele enveredou-se pelo caminho das artes e da literatura, sempre ligado às vanguardas culturais. Mais recentemente fez estudos de elementos da obra dos pintores Caravaggio e Francis Bacon, abordando as definições de perspectivas, enquadramento e iluminação. Viaja sempre para fotografar o Mediterrâneo, em busca de referências literárias da mitologia, o que lhe dá um olhar mais poético em suas fotografias.

Sobre os curadores

Tereza de Arruda é colaboradora da Bienal de Havana desde 1997 e já foi cocuradora da Bienal Internacional de Curitiba nos anos 2009, 2013, 2015 e 2017. Desde 1989 vive entre São Paulo e Berlim, onde estudou História da Arte na Universidade Freie Berlim. Nelson Arellano vive em Havana e como curador já recebeu o Prêmio Nacional Cubano para a exposição coletiva A Cidade e a Fotografia, Habana 1900-2006, organizada para a 9.ª Bienal de Havana. A Fototeca de Cuba, do qual é diretor, é um arquivo com uma vasta e valiosa coleção de documentos e foi criada em 1986 para preservar, estudar e promover o patrimônio fotográfico do país, além de ser um espaço para a promoção da fotografia internacional.

Sobre a Bienal de Curitiba

A Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba é um dos principais eventos de arte do circuito mundial. Neste ano, a Bienal promove uma edição especial de 25 anos, que começou 18 de outubro e se estende até o dia 31 de dezembro de 2018. O evento conta com diversas exposições e atividades em museus e em vários espaços culturais de Curitiba. Mais informações sobre a Bienal podem ser acessadas em https://www.facebook.com/bienaldecuritiba/  e em https://www.instagram.com/bienaldecuritiba/

Realização: Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura Municipal de Curitiba, Museu Oscar Niemeyer, Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Paraná, Ministério da Cultura do Governo Federal.
Apoio: URBS.

Serviço
Palestra sobre Fotografia Contemporânea – Leonardo Kossoy
Data: 14 de novembro de 2018
Horário: das 16 às 18 horas
Local: miniauditório do Museu Oscar Niemeyer, na Rua Marechal Hermes, 999
Entrada gratuita




Deixe um comentário