Quem tem automóvel certamente já passou por essa situação: você entra no carro, gira a chave e nada, nem sinal do motor funcionar. Quando isso acontece a primeira coisa que pensamos é que a bateria descarregou e aí surgem as dúvidas quanto aos motivos que levaram a mesma a enfraquecer.

Em épocas frias o motor do carro exige mais energia da bateria, porque ela fornece energia elétrica para o carro a partir de uma reação química, que se torna mais difícil de ocorrer quanto mais baixa a temperatura. Além disso, quando o carro passa muito tempo sem ligar, aumenta-se as chances de a bateria parar de funcionar.

Para solucionar o problema existe a opção de comprar uma bateria nova ou mesmo utilizar outro carro para fazer a ligação da bateria por meio de cabos apropriados. Outra forma de fazer a bateria funcionar é empurrando o carro em uma descida para ele pegar “no tranco”. No entanto isso só possível em carros com câmbio manual, já em carros automáticos que não possuem embreagem isso não é possível.

Mas para evitar tudo isso, e garantir que da próxima vez que você for sair de casa não ficará a pé, o empresário da Luiz Centro Automotivo, Luiz Bruder, explica que pequenas ações já ajudam. “Existem duas formas para manter a bateria em funcionamento, uma delas é funcionar o motor uma vez por semana durante dez minutos. A outra é desligar o cabo negativo da bateria enquanto não estiver em uso o veículo. Com isso você evita que a bateria descarregue”.

Foto da bateria de um carro enviada pelo empresário Luiz Bruder

Ele também destaca que é preciso ficar atento aos sinais que indicam que a bateria está fraca. “Para saber se já está na hora de trocar a bateria do seu carro, basta notar se a partida está lenta ou mesmo se há dificuldade em dar a partida no motor, porque quando isso acontece pode ser um sinal que está na hora de trocar. Lembrando que a durabilidade de uma bateria é aproximadamente dois anos e meio”, explica. Outras ações como não esquecer o som do carro e os faróis ligados são formas de evitar que a bateria descarregue.

Agora que você já sabe, inclua isso na sua rotina home office e lembre-se que o carro não foi feito para ficar parado. 

Foto em destaque: Reprodução Internet

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião