A segunda operação especial de Itaipu para ajudar no escoamento da safra de grãos do Paraguai permitiu o transporte de 104 barcaças paraguaias rumo ao mercado internacional.

Em 13 dias, a usina aumentou sua produção de energia em 12%, quando comparada ao período anterior ao início da medida.

Com a redução de 47 centímetros do nível do reservatório, foi possível aumentar em 1,1 metro a jusante (abaixo da barragem). O volume possibilitou a navegabilidade do Rio Paraná, num período crítico de estiagem, um dos piores de toda a história.

“Ao final da operação especial, o nível do reservatório atingiu a cota de 217,48 metros, 30 centímetros superior ao esperado, pois a afluência média foi aproximadamente 6% maior que a inicialmente prevista”, explica o superintendente de Operação, José Benedito Mota.

A operação especial feita a pedido das Chancelarias do Brasil e Paraguai, com participação do Ministério de Minas e Energia, Eletrobras, Agência Nacional de Águas (ANA) e Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

“O sucesso da medida só foi possível graças ao trabalho integrado das Divisões de Estudos Hidrológicos (OPSH.DT), de Programação Energética (OPSP.DT) e da Operação do Sistema em Tempo Real (OPSO.DT), do Departamento de Operação do Sistema (OPS.DT)”, complementa Mota, elogiando o esforço de toda a equipe.

Essa é a segunda operação em pouco mais de dois meses, sem abertura do vertedouro, feita pela Itaipu para possibilitar o escoamento da safra paraguaia pelo Rio Paraná.

Para o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, “essa ajuda ao Paraguai demonstra mais uma vez o espírito mútuo de colaboração existente entre os dois países.

Aumentamos a nossa geração de energia e, por consequência, ajudamos a movimentar a economia do nosso país irmão. Um ganho para o Mercosul”.

Foto: Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional.

Escoamento
O transporte começou no início da manhã de terça-feira(11), rumo aos portos argentinos, levando grãos (trigo, arroz, milho e soja) para o mercado internacional.

Produção hoje
A produção somada de Itaipu no ano de 2020 passa de 47,5 milhões de megawatts-hora (MWh).

A geração acumulada desde maio de 1984, quando a usina começou a produzir, chega a 2.735.736.589 MWh (2,7 bilhões de MWh).

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião