Ícone da imprensa iguaçuense, Chico Alencar era Cidadão Honorário do Município, honraria concedida pela Câmara Municipal em novembro de 2007.

Nasceu em Assis, interior de São Paulo, em 1943. Em 1970 mudou-se para Foz do Iguaçu com a família, a convite da pioneira da imprensa Iguaçuense Ignez Sanches de Cristo, proprietária da gráfica Sanches e editora do jornalzinho “Mini Informativo”. Ele editou o primeiro guia de turismo de Foz. A convite, ele foi o editor do diário “Fronteira do Iguaçu”. Atuou também no jornal: “O Paraná”, colaborou com o “Diário da Cidade”, o primeiro diário iguaçuense. Depois disso, ele foi colunista e editor do jornal “Primeira Hora”, chefiou o jornalismo da Radio Cultura a convite do amigo e saudoso Antônio Cirilo.

Durante cerca de 16 anos vinha atuando como colunista do jornal “A Gazeta do Iguaçu”, além de editor por vários anos e membro do Conselho Editorial. Durante um ano foi colunista do diário “Jornal do Iguaçu” e produtor de um programa na Foz TV “De olho na Telinha”.

Chico de Alencar também atuou no jornal  1ª Linha e teve um programa diário na Rádio Foz. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu externa condolências aos familiares e amigos neste momento de dor e tristeza. Chico Alencar deixou um grande legado e jamais será esquecido pela grande contribuição nas grandes causas de Foz do Iguaçu e o desenvolvimento da região, bem como pela sua marca no fortalecimento do jornalismo.

 

Comentários

Deixe a sua opinião