O Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mantido pela Itaipu Binacional, deu alta a três pacientes recuperados de covid-19, entre domingo (5) e segunda-feira (6).

Foi a maior quantidade de altas da doença já registradas em dois dias pelo centro hospitalar desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Um dos pacientes foi atendido gratuitamente (custos bancados pela Itaipu) e os outros dois por planos de saúde. O HMCC, que atende casos graves de covid-19, registrou até agora 18 altas, das quais 10 sem custos para o Estado ou município.

Foto: Assessoria.

Fernando Cutrim, de 45 anos, e Cleuzimar do Nascimento, de 61, foram liberados no domingo. Já Arlindo Palma, de 53 anos, saiu nesta segunda-feira. Para os três, a alta foi uma grande vitória, assim como para as equipes médicas e a diretoria do hospital.

Mais cinco leitos ativados

Para ajudar na demanda da região, o Hospital Costa Cavalcanti ativou neste domingo (5) mais cinco leitos de UTI (eram 10). Hoje, o centro hospitalar tem 14 pacientes internados na ala exclusiva da covid-19, entre eles, 11 na UTI Covid e três na ala semi-intensiva.

Foto: Assessoria.

Os 15 leitos de UTI do HMCC se somam aos outros 25 de do Hospital Municipal Padre Germano Lauck. O HMCC dispõe ainda de 12 leitos de semi-intensivos; o municipal tem 12 leitos de transição e 40 de enfermaria.

Foto: Assessoria.

A Itaipu já investiu mais de R$ 23 milhões no enfrentamento da covid-19 na região. A ação segue as diretrizes do governo federal.

Com Itaipu.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião