Ouvidoria e a Comissão de Ética da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) realizam, de 7 a 9 de junho, a 1ª Jornada de Educação Ética.

Durante o evento serão abordados temas e práticas ligados à comunicação não violenta e aos princípios restaurativos, e como esses assuntos podem contribuir para a solução de conflitos institucionais e para o desenvolvimento de um ambiente de cultura de paz.

As atividades do primeiro dia são abertas a toda a comunidade, não sendo necessária inscrição prévia. Já para participar dos minicursos dos dias 8 e 9 é necessário realizar inscrição pelo sistema Inscreva (inscreva.unila.edu.br).

Há vagas reservadas para ocupantes de cargos e funções de unidades administrativas e acadêmicas da UNILA, para integrantes de órgãos colegiados superiores da Universidade e para membros de instituições externas. Devido ao número limitado de vagas, a organização irá confirmar por e-mail a efetivação da inscrição no evento.

Haverá certificação tanto para o primeiro dia quanto para os minicursos.

Os organizadores do evento entenderam como fundamental trazer o tema “comunicação não violenta” como destaque para esta primeira edição da Jornada.

“É importante criar um ambiente propício ao diálogo para, a partir de então, conseguir trabalhar alguns temas que aparecem como problemas éticos nas relações pessoais. Esse ambiente de diálogo faz com que mesmo temas complexos sejam tratados com urbanidade, visando sempre ao entendimento”, explica o representante da Comissão de Ética da UNILA, Fernando Masera da Silva.

De acordo com o ouvidor da UNILA, Denner Almeida, foi a partir das demandas que chegam à Ouvidoria e à Comissão de Ética que se percebeu a necessidade de tratar de maneira mais efetiva essas temáticas que serão evidenciadas no evento.

“Boa parte dos conflitos apresentam potencial para serem resolvidos sem a necessidade de processualização. Por isso a importância de se criar práticas em que esses conflitos sejam solucionados efetivamente. É um momento importante também para se discutir esses temas para além da Universidade. Pensando nisso, vagas foram disponibilizadas também para a comunidade externa”, ressalta.

A conferência de abertura do evento será ministrada pelo professor da UNILA Gustavo Oliveira Vieira e terá como tema “Direitos Humanos, as soluções de conflitos e empatia”.

A programação da Jornada conta também com a participação de Marcelo Pelizzoli, professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); Glaucia Orth, psicóloga do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de Ponta Grossa; e Carolina Ellwanger, advogada e professora do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas e Faculdade Educacional de Medianeira.

“Imaginamos que com essa abordagem bem holística, de áreas distintas, seja possível dar os primeiros passos para a criação desse ambiente mais saudável do ponto de vista do relacionamento, para que as pessoas comecem a se olhar mais como iguais”, afirma Silva.

A proposta de realização da Jornada de Educação Ética faz parte de um conjunto de ações que a Ouvidoria e a Comissão de Ética decidiram trabalhar em parceria. Essas ações visam subsidiar a proposição de um programa de gestão da ética e da integridade administrativa na Universidade.

Dúvidas sobre o evento podem ser esclarecidas pelo e-mail comissao.etica@unila.edu.br ou pelo telefone 3529-2130.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião