A ampliação foi autorizada a partir desta terça-feira, 4, pelo Decreto 28.383, que foi publicado no Diário Oficial do Município na segunda-feira, 3.

Assim restaurantes e lanchonetes agora podem atender até a meia-noite.

Já o funcionamento de serviços no formato delivery está permitido durante 24 horas. O decreto também permite que mercados, supermercados e mercearias funcionem o dia inteiro.

Por causa de decreto do governador Carlos Massa Ratinho Júnior, confirmado por decreto do prefeito Chico Brasileiro, restaurantes, lanchonetes e similares foram prejudicados por mais de um mês. Primeiro pelo fechamento durante a quarenta restritiva de 1º a 14 de julho; depois pela reabertura com restrição de atendimento até às 22 horas.

Mesmo com o fim da validade do decreto estadual, em 15 de julho, Foz do Iguaçu continuou restringindo o horário de funcionamento de restaurantes e lanchonetes. Somente agora a limitação foi suspensa. As medidas também foram anunciadas ontem por Chico Brasileiro durante a live diária da prefeitura, no Facebook.

Os estabelecimentos gastronômicos também poderão utilizar do passeio público, reservado o limite para a passagem do pedestre, para instalar mesas e ampliar a capacidade de atendimento. A medida prevê ampliar o espaço para receber os clientes tendo em vista que os restaurantes precisam manter o distanciamento de dois metros entre as mesas.

Outra bandeira defendida pelo Sindhotéis finalmente atendida é a ampliação do transporte coletivo. O serviço está autorizado a voltar a rodar até a 00h30.

A partir de quarta-feira (5), será ampliada a capacidade de utilização dos ônibus, do limite atual (quantidade de bancos disponíveis) para 50% da lotação máxima permitida.

Para o presidente do Sindhotéis, Neuso Rafagnin, a ampliação do atendimento da gastronomia ajudará a diminuir os prejuízos financeiros de restaurantes, lanchonetes e similares.

“Levaremos muito tempo para sair da crise, porém ganhamos um fôlego para renovar as esperanças”, afirmou o dirigente, frisando ainda a expansão do horário do transporte coletivo.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião