Search

As lembranças das Sete Quedas

No ano de 1982, um dos principais cartões-postais do Brasil e do mundo teve fim, quando, em nome do progresso econômico, surgiu a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu, que deu fim às Sete Quedas de Guaíra (PR).

Adeus a sete quedas from João Paulo on Vimeo.

As famosas Sete Quedas eram constituídas por 19 cachoeiras principais divididas em sete grupos de quedas. Estavam localizadas na cidade de Guaíra – que foi construída em 1940 para aproveitar a potência turística da região. Foi nessa época que o Brasil e o mundo começaram a conhecer o Salto Guaíra.

Nos anos 60, as quedas já dividiam a atenção dos turistas com as Cataratas do Iguaçu, tornando-se um grande ponto turístico. A cidade crescia rapidamente e recebia visitantes de todos os lugares, fazendo do local um sucesso. Mas em 1979, o governo decretou o fim do Salto das Sete Quedas e a construção da Usina de Itaipu, que iria inundar a área onde elas estavam. Após o anúncio, milhares de turistas foram às Sete Quedas para vê-las e se despedirem. A cidade, que chegou a ter 60 mil pessoas, hoje conta com 30 mil.


Por isso, o escritor e poeta Carlos Drummond de Andrade, na época, escreveu uma poesia sobre a morte das Sete Quedas. Um dos trechos do poema inspirou os alunos do curso de Cinema da Unila a produzirem um curta sobre o adeus ao atrativo. Confira a matéria no link. 

Por: Patrícia Buche

Imagens: Acervo pessoal de Carlos Grellmann

Participe da comunidade 100fronteiras

Apoiando o jornalismo local, você valoriza a sua cidade, seu estado e seu país. Nossa equipe está diariamente trazendo notícias da Tríplice Fronteira, apresentando novos lugares, com isso você receberá conteúdos exclusivos e brindes.

Entre em nosso grupo do Whatsapp. Apoie o jornalismo local!

Nos encontramos lá, até mais!

Parceiros Comerciais


Newsletter

Ama a tríplice fronteira tanto quanto nós? Assine a newsletter 100fronteiras e receba conteúdo exclusivo. Seu apoio aprimora nosso trabalho para que possamos ajudar a aprofundar sua conexão com Ciudad del Este, Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú enquanto investimos no futuro do jornalismo local.



Deixe um comentário e participe da Comunidade 100fronteiras