Artista do mural gigante em Curitiba faz importante exposição sobre mobilidade urbana

185

A mostra apresenta reprodução de obras, integradas ao Museu da República em Brasília, e registro fotográfico documental realizado sobre o mural na fachada de edifício no centro histórico da capital

Domingo, 25 de agosto, às 11h, Luiz Gustavo Vidal, artista que inaugurou no Dia Mundial Sem Carro de 2018, um mural gigante em azulejos (7m x 7m) na Rua Treze de Maio, realiza exposição sobre os seus trabalhos de Mobilidade Urbana, que traz uma importante reflexão sobre locomoção, homens e animais – abordando o tema mobilidade de maneira universal. As obras fazem parte da sua série sobre Mobilidade Urbana, que reúne diversos desenhos à mão livre, pintura e arte digital, onde Vidal utiliza superfícies variadas, cartela de cores fortes e reduzida, as quais trazem movimento e intensidade ao seu trabalho.

O artista alerta que no seu processo criativo a utilização dos animais de outrora, que serviam para ganhar tempo, foram substituídos por máquinas tecnologicamente simples, como a bicicleta no caso, sendo que a incansável luta da humanidade contra o tempo acabou trazendo também novas tecnologias e contornos, como o próprio aparelho celular por exemplo. Todavia o que se busca hoje é uma energia limpa, sustentável e com qualidade, como existia antigamente, da mesma forma que se buscam alimentos naturais.

Enfim, os elementos utilizados são uma mutação, com a utilização de figuras inicialmente femininas com elementos de tauromaquia que contrapõem a liberdade e força bruta, podendo também ser interpretada como uma metáfora do poder opressor ou da capacidade para autoafirmação e emancipação pela liberdade do movimento, onde o desenho ganha velocidade, fertilidade e força até se sintetizar em linhas simples, quase que tridimensionais para escultura, onde o animal se resume a figura de uma mesa, a bicicleta num feixe de traços e o (a) ciclista simplesmente some diante da chegada ao ponto final.

Nessa exposição o público poderá contemplar também a reprodução de obras que foram recentemente integradas ao Museu da República em Brasília, bem como o registro fotográfico documental realizado sobre o mural na fachada do antigo Edifício 13 de Maio, no centro histórico da capital, onde foram utilizados 1250 azulejos e mais de mil horas de queima em fornos a 900graus, numa produção que levou dois anos e envolveu a colaboração de artistas como Elvo Benito Damo e Maria Helena Saparolli.

Vidal, que tem o apoio fundamental da Elejor (Centrais Elétricas do Rio Jordão), empresa do Governo do Estado do Paraná, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Ministério da Cultura), e ainda prevê para esse mês uma intervenção com imagens plotadas em muros com mais imagens de sua série, ação em que convidou outros artistas para abordarem o seu tema, sendo que no final dessa ação, pretende doar todo o acervo fotográfico de sua série – com mais de 3mil registros feitos por Rubens Nemitz Jr -para o centro de documentação e pesquisa da Casa da Memória da Fundação Cultural de Curitiba, devendo o material ficar disponível para consulta pública.

O Artista –

LG Vidal (Luiz Gustavo Vardânega Vidal Pinto) nasceu e reside em Curitiba. Artista Visual, desenhista, ilustrador, gravador e realizador de arte urbana, Vidal tem participado de diversas mostras não só como artista, mas também na qualidade de Curador, Presidente da Associação Profissional dos Artistas Plásticos do Paraná – APAP/PR, sendo também Vice-Presidente da Comissão Especial de Cultural e Arte do Conselho Federal da OAB, membro da Comissão de Assuntos Culturais da OAB/PR e Diretor do Centro Juvenil de Artes Plásticas e Museu Alfredo Andersen. LG Vidal tem sua vida pessoal e profissional direcionada às artes desde a infância, onde iniciou seus estudos de pintura e manteve-se atento e intuitivo, desenvolvendo pesquisas e observações “in loco” em Nova Iorque, Los Angeles, Miami, San Francisco, Lisboa, Hong Kong – cidades que exercem forte influência em sua personalidade artística. Como advogado, especializou-se na questão dos direitos autorais em artes visuais.

Serviço
Exposição Mobilidade Urbana Vidal
Abertura: 25 de agosto de 2019, às 11h
Local: Galeria Sala Osmar Chromiec e Sala Poty Lazzarotto (Avenida Jaime Reis, 107 – Arcadas de São Francisco), Bairro São Francisco, Curitiba – PR
O local conta com diversos estacionamentos nas proximidades

 




Deixe um comentário