A popular passarela argentina de acesso à Garganta do Diabo, no Parque Nacional Iguazú, está fechada ao público por tempo indeterminado. A administração do parque, juntamente com a concessionária Iguazú Argentina, responsável pelos serviços turísticos do local, confirmou nesta quarta-feira (18) a continuidade do fechamento, que iniciou no último dia 8 de outubro. A passarela foi reaberta brevemente no dia 11, apenas por um período de quatro horas, antes de ser novamente fechada.

O motivo para essa medida preventiva está nas características próprias da passarela. Com aproximadamente 1.100 metros, ela estende-se da margem do Rio Iguaçu até o cânion da Garganta do Diabo, cruzando partes com corredeiras abertas. Esta configuração apresenta riscos em situações de cheias, como a recentemente registrada.

A administração informou que qualquer decisão sobre a reabertura será comunicada ao público e aos agentes turísticos, tanto nacionais quanto internacionais, com pelo menos 24 horas de antecedência. Enquanto isso, o “acesso ao Circuito Garganta do Diabo permanecerá suspenso até novo aviso”, reforça o comunicado.

garganta do diabo
Comunicado oficial divulgado pelos gestores.

Dados atualizados da Companhia Paranaense de Energia (Copel) revelaram que, às 13h desta quarta-feira, a vazão de água nas Cataratas do Iguaçu atingiu impressionantes 6.170 metros cúbicos por segundo (m³/s). Isso é mais do que quatro vezes a média padrão de 1.500m³/s. No dia 13 de outubro, essa vazão chegou ao pico de 10.800m³/s, indicando que o fenômeno das cheias pode se estender.

Por outro lado, o lado brasileiro das Cataratas, no Parque Nacional do Iguaçu em Foz do Iguaçu, segue operando normalmente. Todos os mirantes e segmentos da passarela panorâmica estão disponíveis para visitação. Os interessados podem adquirir ingressos online, realizando reserva de data e horário no site oficial www.cataratasdoiguacu.com.br.

Banner Duty Free
Espaço Publicitário.