Presente em Foz do Iguaçu desde a Colônia Militar, há 130 anos, no início de março deste ano o 34º Batalhão completou 88 anos de história marcante para a cidade. Entre as ações realizadas pela Infantaria uma delas é o trabalho social. Por isso, desde que a pandemia chegou à região, o batalhão passou a desenvolver uma série de atividades para auxiliar os órgãos de saúde e dar assistência às pessoas desassistidas.  

Arrecadação de alimentos

De acordo com a assessoria “dentro do projeto Pró-Heróis, iniciativa da sociedade iguaçuense, a equipe do 34º BI Mec organizou um posto de coleta de doações que diariamente recebe e armazena alimentos, roupas, máscaras, material de higiene, etc, e com os gêneros perecíveis prepara lanches que estão sendo entregues às equipes de saúde do hospital municipal Padre Germano Lauck diariamente, levando um pouco de conforto aos profissionais que têm trabalhado de forma ininterrupta desde o início da pandemia”.

Já os demais alimentos não perecíveis são usados para compor as cestas básicas que ficam a disposição da Assistência Social e secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura Municipal para a distribuição aos atingidos pela crise econômica. “Diariamente, militares do Batalhão apoiam esta distribuição nos bairros. Nesse mesmo sentido, apoia o armazenamento dos gêneros comprados pela prefeitura e também apoia a distribuição”, destaca a assessoria.

Doação de sangue

Outra ação bastante significativa e que é realizada anualmente pelo Batalhão são as doações de sangue, tão importantes para salvar vidas e que costumam faltar nas épocas mais frias do ano. Por isso, neste momento delicado que a cidade está passando, o Batalhão intensificou a ação solidária de doação de sangue de forma voluntária em prol do Hemonúcleo de Foz.

Combate à dengue

Com relação ao enfrentamento da dengue, no mês de abril os militares participaram de ações nos municípios de Foz do Iguaçu e Missal, acompanhando os agentes de endemias e comunitários de saúde dos municípios nas vistorias de residências verificando a existência de materiais que acumulam água e que possam ser potenciais criadouros do mosquito transmissor da doença. “O auxílio intentava reduzir a incidência da doença para evitar a internação e a ocupação de leitos na rede pública de atendimento hospitalar, deixando estes leitos para serem utilizados por pacientes que precisassem de tratamento para a Covid-19”.

Segurança da fronteira

Além de todas as ações sociais, o Batalhão também reforçou a vigilância na fronteira com a Argentina e Paraguai, fortalecendo as operações no combate aos crimes transfronteiriços. Para isso, intensificaram as ações de patrulhamento, bloqueio de estradas principais e vicinais, revista de pessoas e veículos de passeio e carga.

A assessoria explica que nesse caso “a finalidade é contribuir com medidas preventivas e repressivas na redução dos delitos na faixa de fronteira, visando impedir o tráfico, o descaminho, a entrada de estrangeiros de forma ilegal no país e o transporte ilegal de alimentos para o Paraguai, ilícitos que aumentaram após o início da pandemia da Covid-19. A operação é uma ação integrada com outros órgãos federais, estaduais e municipais, somando esforços no aumento da fiscalização na fronteira”.

De acordo com informações repassadas, nessas ações já foram apreendidas mais de duas mil toneladas de maconha, além de 50,9 kg de cocaína, cargas de bebidas, moeda estrangeira (dólar e guarani), diversos volumes de cigarros e de eletrônicos e toneladas de alimentos.

Ações no bairro Jardim Ipê II

Desde segunda, um dos bairros da região norte da cidade de Foz entrou em lockdown devido ao aumento de casos confirmados de Covid-19. Por isso, visando o controle da pandemia, os militares do 34º BI Mec estiveram no bairro e realizaram, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, ações de higienização em diversos espaços públicos como pontos de ônibus, escola, praças, locais de bloqueios, entre outros. “Mais uma vez o 34º BI Mec estendendo a ‘Mão Amiga’ do Exército Brasileiro contra essa ameaça que aflige a população da Tríplice Fronteira”.

Fotos: 34º Bi Mec Imagens

leia Também

Batalhão comemora 88 anos em Foz do Iguaçu

Na próxima sexta-feira, 6 de março de 2020, acontecerá a comemoração do 88º aniversário do 34º BI Mec. A partir das 9h no batalhão  O evento contará com a presença de algumas autoridades da cidade, convidadas pelo comandante, o tenente-coronel Marcelo de Melo Pontes Feliciano. O 34º Batalhão completa, em 2020, 88 anos de história […]

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião